Archive

Archive for the ‘JIHAD’ Category

Ode aos Fakes.

setembro 18, 2011 5 comentários

Meus caros, muitos devem ter notado como sou efusivo neste blog em debater, e sobretudo agredir aos FAKES que nos comentam. Ao certo, eh muito comum eu deixá-los com bastante ira, e ateh mesmo os deixando ser nossos maiores seguidores.

Afinal o blog eh muito mais visitado por perseguidores do que por seguidores, e nosso claro objetivo eh simplemente insultá-los, gratuitamente, na finalidade de gerar arte, humor e entretenimento.

Esse texto em si eh um convite pra algum fake estupido vir apanhar nos comentarios, naturalmente.

Mas logico, vou deixar isso muito claro, nao se trata do nosso especial leitor(a) Jonnhy, unico FAKE respeitavel por sua historia aqui nesse blog, o resto eh resto.

Esses ae fans de Michael Jackson, Os que comentam nos topicos eu odeio viado, como o caso de um babaca chamado eh nois na fita que apareceu recentemente e eh ele mesmo que quero provocar e agredir.

Mas ele nao eh o ultimo nem o primeiro. E que meu cumpadi Gafanhoto das candongas, que deus o tenha, que nao pense que eh com ele, que essa peleja aqui eh com a imbecilidade que reina na internet.

Vamos ao motivo do quixotesco comportamento que proponho; Em primeira mão, esses trolls, como popularmente ficaram conhecidos ao redor do mundo internáutico são uns merdas desocupados com sérios problemas psicológicos, e de autoestima… Eu ateh entendo, como o cara vai ter auto-estima se ele eh um merda ?

Bem, faço isso apenas com a finalidade de gerar a catarse, e o tumulto, e que venha a verborréia.

Sobre a inutilidade. (teclado fodido)

Umberto Eco alertou-me em um de seus textos de que a literatura eh por si soh a arte de escrever textos sem finalidade pratica, uma utilidade especifica, mas sim algo que se escreve, segundo ele, por deleite, elevacao espiritual, ou mesmo por divertimento. Diferente de um horario de trens ou de uma placa de sinalizacao, que possuem por si um especifico sentido de utilidade.

As outras formas de arte penso de uma profunda inutilidade. Arquitetura pra qualquer engenheiro eh frescura.

Musica, nao consigo definir uma utilidade especifica para ela, embora ela possa ser usada em muitas situacoes sociais, mas nao eh por isso que ela eh feita, ela nao tem um motivo especifico de existir. Acham uma utilidade depois que a coisa existe, mas a inutilidade original eh completa.

Mesmo os desenhos, artes visuais, por si soh, quando nao com finalidades naturalistas, e mesmo assim depois da invencao da foto, tornou-se uma completa inutilidade.

A religiao nos tempos de metodo cientifico nao tem mais utilidade senao pra o mundo nao virar uma suruba mais do que esta.

O espiritismo, me parece algo realmente inutil. Porque mesmo se for fato todas as crendices em torno do assunto, mesmo assim, se fossem eventos de ordem natural observaveis pela luz do metodo cientifico, mesmo assim, seria uma ciencia inutil e naufragada.

Seria mais facil escrever poesia nas normas da abnt do que um espiritismo cientifico.

Esse teclado sem acento eh uma bosta. Eu odeio escrever errado. Parece que nao sou eu que escrevo, mas que estou recebendo uma entidade, nao cientifica eh claro.

Ciencia de cu eh rola. Cientista tem de entender que ele eh util, diferente da inutilidade que apaixona os homens.

A arte, a poesia e o misticismo, nao podem ceder ao rigor do metodo academico, que nao permite lagrimas ou mesmo emocoes.

Antes de realizar um experimento espirita eh necessario orar, enquanto que o metodo cientifico normal eh contra oracao.

Nem por isso, os inuteis deixam de ter seu valor. A poesia tem o seu espaco na vida.

Eu nao posso mudar o que passou, mas posso planejar o que passara.

Jesus, eh um nome muito bonito.

Por toda inutilidade que reina no cosmos. Poeiras do alem, materialismo seculares, transcedentalismos utopicos, socialismos de botecos, eu vos envoco…. ocupai as mentes dos estudantes, preenchei os folhetins dos doutrinados, arrolarei seus versos pelas marchas populares, deixe o povo cantar nossa ideologia, nossa crenca, nossa rebeldia ao metodo util.

Queremos nao crer no possivel, queremos exatamente  eh saber que no impossivel estamos crendo, porque assim, reconhecemos-nos impossiveis; Quem sabe, impossibilitados.

A inutilidade eh como olhar pras nuvens e procurar reconhecer nelas formas de seus adornos, a subjetividade impera nos criterios aleatorios de cada visao.

O ateismo por si soh, ao meu ver, eh a coisa mais inutil do mundo.

Porque alguem pode crer em nao crer ? Definitivamente o melhor seria ignorar as crencas alheias e entender que nao ha sentido em degladiar-se com elas, tampouco julgar os que dela partilham. Por outro lado, eh importante que se lembre sempre, que… que… esqueci….

A utilidade eh a ciencia, que tem metodo cientifico. O capitalismo, e seu sistema financeiro, muito util.Os servicos publicos, embora maus prestados, muito uteis.Mas o resto nao.

O que nao da lucro eh inutil. O lucro eh sinonimo de utilidade. Quando se diz que fulano eh um inutil, eh que ele nao consegue dar lucro.

Lucro em qualquer especie ou rotulo.

Por onde andara o meu amigo gafanhoto ? de tantas guerras inuteis.

Em busca da prova sem metodo.

Eu vos brindo a inutilidade, meus caros comparsas.

 

 

Guerra no Rio de Janeiro.

cv 

Uma forma eficaz de terror, é a publicidade negativa.

29_MHG_rio_penha

Igreja da Penha e Morro do Cruzeiro.

Vila Cruzeiro

O crescimento desorganizado do país.

Bem, mandaram eu ficar em casa, então eu fico aqui postando pra não dar o azar de encontrar alguma bala que por ai se perdeu. Qualquer novidade quente, posto aqui em primeira mão.

As Cadeiras da Verdade.

Eis que eu em um passe de mágica pegue a verdade e a transforme em uma cadeira. E assim vos diga, que construímos nossas verdades como fazemos nossas cadeiras. As verdades são como cadeiras que fabricamos para o nosso uso.

Pois a principal questão, que há uma dança das cadeiras, na qual diferente do jogo infantil se sobre um jogador que fique sem uma verdade.

Se a verdade eh um jogo de cadeiras, digamos que os jogadores são finitos e as cadeiras infinitas… Quem aqui sobre são cadeiras que ficam sem jogadores, como o fato de ninguém mais adorar como verdade um Deus esquecido de uma língua morta de uma etnia ainda sequer descoberta pela humanidade de nosso tempo ?

Muitas cadeiras são as verdades que o mundo nos oferece, e poucos somos os indivíduos que nelas escolheremos aonde repousarmos em nossos momentos de dúvidas, e onde iremos relaxar no momento de sossego.

O problema dos desentendimentos de raciocínios é justamente o de querer adequar a verdade de uma cadeira às demais cadeiras, como se a verdade não fosse uma cadeira, mas uma ordem.

cadeiras_balanco

Assim, a verdade ordena absoluta e imperiosa, supostamente, a verdade da razão. Existe uma verdade, maior, que é a verdade que está no interior do homem …eis que ela ordena, puna a injustiça, condene a perversidade, faça isso ou aquilo.

Vou dar o exemplo, talvez mais polemico das verdades. O exemplo de verdade que tem base no que chamamos de IDEOLOGIA.

Imagine pra alguém criado em uma ideologia CRISTÃ OCIDENTAL CAPITALISTA, o que representaria uma vida baseada na economia de subsistência? Em um exemplo bem simples, a patricinha pode adorar lagostas, mas dificilmente se convencerá a pescar uma com sua força de trabalho.

Precisamos pra entender as verdades, e as cadeiras, saber o que é a ideologia, que seria basicamente o material do qual as cadeiras são construídos.

Supomos que temos cadeiras feitas na Amazônia e outras na região sudeste.

Muitas madeiras amazônicas são usadas pro corte, e muitas da mata atlântica igualmente. E há também cadeiras de plástico, de alumínio, e porque não, uma cadeira de cristal, ou revestida de ouro e de preciosidades ?

privada

No fim, se todas as cadeiras são verdades, o que pode impedir um homem cansado de se sentar em uma cadeira velha e esfarrapada cheia de cupins ? Só porque existe uma cadeira mais confortável que não lhe é acessível ? E se for acessível ainda, porque o homem não pode optar pelo que melhor lhe convém, quem lhe impõe uma cadeira pra se sentar ao longo de toda uma vida ?

Eis as verdades que são cadeiras de ordem. As ordens que são vistas como verdades, são a moral cega e distante da ética.

Se eu digo matar é errado, eu posso estar dizendo que deixar que matem eh certo. Se dizem que devemos preservar a vida, devemos saber que vida queremos preservar, das bactérias, dos vírus, das pestes da lavoura, os mosquitos da dengue ? Devemos sim destruir a parte da natureza que nos ameaça, se sentarmos em outra cadeira.

As cadeiras são feitas de um material ideológico tecido pelo tempo. O comportamento humano reproduz tais costumes de maneira tão eficiente, que um ancião reconhece um antepassado seu em uma simples criança, e não necessariamente por semelhança genética… “O jeito de rir é igual ao do avô, mas o olhar é como o da mãe”…

Não obstante, esse apanhado ideológico, não é algo que se dá em uma esfera individual apenas, e se assemelha muito a LINGUAGEM.

A linguagem e a ideologia estão completamente ligadas em seus conceitos, e uma não funciona sem a outra.

Existe um erro comum, de se pensar, que palavras significam determinadas coisas, quando na realidade da linguagem humana, uma palavra pode significar inclusive coisas que ela nunca  significou antes dependendo do contexto. E que uma mesma palavra, posta em um contexto diferente ou sendo interpretada por um sujeito de ideologia diferente, podem ser distintas por si só.

Por exemplo, imagine alguém de ideologia futebolística Flamenguista, gritando na torcida ideológica fanática do Vasco a expressão vulgar “TOMA NO CU BACALHAU”.

Se o sujeito grita isso e é escutado pelos flamenguistas, eles entendem, ele é dos nossos. No outro caso eles entendem, “Vamo matar esse filho da puta urubu safado”.

Então se Estados Unidos da América pode significar o sonho da jovem consumista, pode significar o demônio destruindo o islã, dependendo em que cadeira queira se sentar.

No entanto, existe a cadeira das verdades científicas, e dentro delas, uma série de cadeiras de diversas áreas. A verdade cientifica, no entanto se destaca das demais por conseguir resultados práticos sobre o que se propõe a fazer, que é decifrar a objetividade da matéria. Nisso a cadeira cientifica, consegue, por  uma questão de prática se demonstrar superior as demais. Assim, que isso não impede de maneira alguma, que outras cadeiras, não cientificas tenham validades, des de que sentadas em si mesmas.

O erro mais comum que ocorre, é quando querem impor uma verdade de uma cadeira não cientifica, para todas as cadeiras demais.

Assim, a verdade é como uma ordem. Mas veja, o soldado passa  a vida inteira recebendo ordens, que marche, que mate, que não morra. Mas não porque veja nelas a verdade; A verdade dos soldados na guerra é que geralmente estão cansados e famintos, que tem saudade de suas mulheres, e querem voltar o quanto antes pra casa.

Não há sentido em arbitrariedades. Mas veja bem, a terra é redonda não é ?

Da cadeira científica não pode ser considerada perfeitamente redonda.E de muitas não cientificas também. Mas não existem cadeiras nas quais a terra possivelmente não seja redonda? Ela não é oval? Ela é plana ? As cadeiras nos dão mais verdades.

Se em uma cadeira, na que sentamos todos os dias, nos digam assim, O egoísmo é a pessoa fazer o que bem quer e só pensar em si.

Eu de minha cadeira, diria que discordo, e que acho que isso não é egoísmo, mas puramente inteligência. O egoísmo a meu ver não é agir como se bem entende em proveito próprio, mas exigir que os outros ajam como você bem entende que é correto para o seu proveito próprio.

O egoísta não é o que controla a si mesmo, mas o que controla aos outros. Adote um cão.

As cadeiras teológicas por sua vez, não são do mesmo material das cadeiras científicas, então não deveriam sequer se mencionar. Em uma cadeira, se discute o oposto da outra, ao certo. Se na ciencia se discute matéria, na teologia geralmente o espírito; Se numa a REALIDADE, na outra justamente a TRANSCEDENTALIDADE. Se uma busca explicações pro mundo EXTERIOR, a outra em geral é de investigação INTERIOR. Se uma é formada de LEIS GERAIS, a outra é formada de CONSCIENCIA INDIVIDUAL.

Quando eu vejo dizerem que religião e ciência devem fazer as pazes, como sugere o comercial da TV FUTURA, eu simplesmente acho que a burrice de misturar as cadeiras  está justamente ai, não há como fazer pazes, se não há guerra.

Uma cadeira teológica não vai discutir assunto científico e vice versa. E isso basta. O erro está justamente, no fato de muitos quererem impor a verdade de uma cadeira em outra, geralmente por motivos POLÍTICOS.

Nesse caso meus amigos, a verdade é como as cadeiras, e sobram cadeiras pelo mundo, e graças a Deus.  E não temos de ficar a vida inteira sentados na mesma cadeira, nem devemos sentar nelas por ordem, muito menos querer misturar as cadeiras, que são diferentes em si.

Mas afinal, o que eu ainda não sei bem, é o que diabos é a verdade afinal?

Matéria, pensamento, amor e ética.

Andaram me acusando de ter uma oratória fraca;

Sim, mas aqui eu nem demonstro minhas habilidades de orador. O sujeito provavelmente deve ter pensado em dizer retórica.

Isso porque eu me recusava a entrar em uma discursão(pra meu o interlocutor era uma discussão filosófica acredite) absurda, sobre o óbvio.

Primeiro o sujeito vem me dizer que o pensamento é material.

 

depois que o amor e que a ética são materiais. E que a ética não é uma condição humana, e sim algo variante de cada subjetividade.

Depois, o sujeito vem argumentar, que o pensamento é material, com o seguinte argumento; 

“A neuron (also known as a neurone or nerve cell) is an excitable cell in the nervous system that processes and transmits information by electrochemical signalling. Neurons are the core components of the brain, the vertebrate spinal cord, the invertebrate ventral nerve cord, and the peripheral nerves. A number of specialized types of neurons exist: sensory neurons respond to touch, sound, light and numerous other stimuli affecting cells of the sensory organs that then send signals to the spinal cord and brain. Motor neurons receive signals from the brain and spinal cord and cause muscle contractions and affect glands. Interneurons connect neurons to other neurons within the brain and spinal cord. Neurons respond to stimuli, and communicate the presence of stimuli to the central nervous system, which processes that information and sends responses to other parts of the body for action. Neurons do not go through mitosis, and usually cannot be replaced after being destroyed,[dubiousdiscuss] although astrocytes have been observed to turn into neurons as they are sometimes pluripotent.”

Traduzindo;

“Um neurônio (também chamado de célula nervosa) é uma célula excitável no sistema nervoso que processa e transmite informação por sinais eletroquímicos. Neurônios são o componente principal do cérebro, a medula espinhal dos vertebrados, Ventral nerve cord nos invertebrados, e os nervos periféricos. Existem vários tipos de neurônios especializados: neurônios sensoriais respondem ao toque, som, luz e outros numerosos estímulos que afetam as células dos órgãos sensoriais que então envia sinais para a medula espinhal e cérebro. Os neurônios motores recebem sinais do cérebro e da medula espinhal e causam a contração muscular e afetam glândulas. Interneurônios conectam neurônios a outros neurônios dentro do cérebro e medula espinhal. Neurônios respondem a estímulos, e comunicam a presença do estímulo para o sistema nervoso central, que processa a informação e envia uma resposta a outra parte do corpo para ação. Neurônios não passam por mitose, e usualmente não podem ser substituídos depois de destruídos, apesar de astrócitos terem sido observados se transformando em neurônios já que eles algumas vezes são pluripotentes.”

Acho que esse argumento só faz explicar o que é um neuronio e como ele funciona. Não justifica que as faculdades mentais sejam matéria.

Freud, comprovou a imaterialidade da consciência, e de seus fenomenos. Ninguém demonstrou até hoje o contrário. Quando eu argumentava esse óbvio, o sujeito dizia que eu estava apelando, e começava a me xingar completamente desequilibrado.

A resposta, é que o senhor não sabe o que significa nem oratória, nem retórica, nem pensamento, nem o que é material, nem o que é o amor, muito menos o que é a ética. Ignora a condição humana e não sabe o que é subjetividade. Não sabe o que representa Freud nem o que é consciência.

Falam muito da possibilidade matemática na física de muitas dimensões existirem e impregnam de Misticismos isso.

——————————————————————————————————–

Sobre os memes.

 

AHUHAUAHUAHUHAUHAUHAUAHUAHAUHAUHA

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

 

LAMBE O CHÃO MISERVÁVEL… AQUI É SÓ SHOW!

 

NM IMAGINA A CARA DO WENDY AELSON HAUAHUAHUAHAUHAUAHUAHUAHUAH !

 

Porque pensa bem, as pessoas são livres pra acreditarem nas babaquices. Só nos resta zombar delas, e fortalecendo ainda mais sua fé. Assim se tornam mais engraçadas e babacas ainda.

A humilhação não tem limite.

HAUHAUAHUAHUAHAUHAUAHUAHAUHAUAHUAHUA FODA FODA FODA AJIAJIAJIAJIAJAHUAHAUAHUAHUAUAHAUHAUAHUAHUAHAUHAUHAHUA

IGUAL MUITO CRENTE QUE EU CONHEÇO

 

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

 

HUHAUAHUAHUA VAI PRO HOSPICIO AUTISTA HUAHAUHAUHAUAHUA

JUMENTO HUAUAHUAHAUHAUAHUAHUAHAUHAUHAUAHUAHUAHAUHAU

 

Muito bem bolado. Precisava mesmo dar esse murro no estomago dessa gente.

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

IGUALZINHO O COMPORTAMENTO DE MUITOS AQUI.

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Bungundinha e sua classe socialista.

“Bungundinha do Bacabau disse, embaixo da sombra de um ipê, que nunca reprovou um só aluno antes, mas tinha, certa vez, reprovado uma classe inteira.
Esta classe em particular tinha insistido que o socialismo realmente funcionava: ninguém seria pobre e ninguém seria rico, tudo seria igualitário e “justo”.
Bungundinha então disse:
– Façamos então um experimento socialista nesta turma.. Ao invés de dinheiro, usaremos suas notas nas provas. Todas as notas seriam concedidas com base na média da classe, e portanto seriam “justas”.
Com isso ele quis dizer que todos receberiam as mesmas notas, o que significou que ninguém seria reprovado. Isso também quis dizer, claro, que ninguém receberia um "A"…
Depois que a média das primeiras provas foram tiradas, todos receberam "B". Quem estudou com dedicação ficou indignado, mas os alunos que não se esforçaram ficaram muito felizes com o resultado.
Quando a segunda prova foi aplicada, os preguiçosos estudaram ainda menos – eles esperavam tirar notas boas de qualquer forma. Aqueles que tinham estudado bastante no início resolveram que eles também se aproveitariam do trem da alegria das notas. Portanto, agindo contra suas tendências, eles copiaram os hábitos dos preguiçosos.. Como um resultado, a segunda média das provas foi "D". Ninguém gostou.
Depois da terceira prova, a média geral foi um "F". As notas não voltaram a patamares mais altos, mas as desavenças entre os alunos, buscas por culpados e palavrões passaram a fazer parte da atmosfera das aulas daquela classe. A busca por “justiça” dos alunos tinha sido a principal causa das reclamações, inimizades e senso de injustiça que passaram a fazer parte daquela turma. No final das contas, ninguém queria mais estudar para beneficiar o resto da sala.
Portanto, todos os alunos repetiram o ano… Para total surpresa!!! 
Bungundinha  explicou que o experimento socialista tinha falhado porque foi baseado no menor esforço possível da parte de seus participantes. Preguiça e mágoas foi seu resultado. Sempre haveria fracasso na situação a partir da qual o experimento tinha começado.
"Quando a recompensa é grande", ele disse, "o esforço pelo sucesso é grande, pelo menos para alguns de nós. Mas quando o governo elimina todas as recompensas ao tirar coisas dos outros sem seu consentimento para dar a outros que não batalharam por elas, então o fracasso é inevitável."
"É impossível levar o pobre à prosperidade através de legislações que punem os ricos pela prosperidade.
Para cada pessoa que recebe sem trabalhar, outra pessoa deve trabalhar sem receber.
O governo não pode dar para alguém aquilo que não tira de outro alguém.
Quando metade da população entende a idéia de que não precisa trabalhar, pois a outra metade da população irá sustentá-la, e quando esta outra metade entende que não vale mais a pena trabalhar para sustentar a primeira metade, então chegamos ao começo do fim de uma nação.
É impossível multiplicar riqueza dividindo-a."

 

Texto ditado por um espírito anônimo. Psicografado.

Quando ta escuro na sua rua, você tem mais medo de fantasma ou de ladrão ?

setembro 24, 2010 2 comentários

Meus senhores,

Venho aqui tecer alguma sinceras opiniões sobre o ato de protelar. Como o mais covarde atuo de blefe, de tentativa de adiar a derrota, para pela impaciência do adversário, chegar a vitória.

Falo especificamente disso.(Por Felipe Recondo, Mariângela Gallucci, estadao.com.br, Atualizado: 24/9/2010 1:31)

“Dividido, Supremo não consegue decidir validade de Lei da Ficha Limpa

O julgamento da validade da Lei da Ficha Limpa foi suspenso à 1h15 de hoje. Depois de mais de dez horas de debate, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Cezar Peluso, deu o voto que empatou o placar – 5 a 5 -sobre valer ou não o acórdão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que manteve integralmente a vigência da Ficha Limpa para as eleições deste ano – tirando da campanha Joaquim Roriz (PSC) por considerá-lo ficha-suja.

Antes de suspender a sessão, alguns ministros, capitaneados pelo presidente do TSE, ministro Ricardo Lewandowski, diziam que, por causa do empate, prevaleciam as regras do regimento interno do STF e da Súmula Vinculante 10 que mandam manter a Lei da Ficha Limpa. Cezar Peluso puxava os votos dos que queriam aguardar a indicação do 11.° ministro da corte para desempatar – vaga aberta desde a aposentadoria do ministro Eros Grau.

A maioria dos ministros já havia adiantado que considerava constitucionais os trechos da lei que acabaram por impedir a candidatura de Roriz ao governo do Distrito Federal. Roriz teve a candidatura barrada por ter renunciado ao mandato de senador em 2007 para fugir do processo de cassação, o que passou a ser considerado causa de inelegibilidade pela nova legislação.

Os ministros decidiram que não viola a Constituição a aplicação da nova regra para fatos que aconteceram antes da aprovação da Lei da Ficha Limpa.

Para o futuro. O ministro Dias Toffoli foi o diferencial no julgamento e responsável por uma dúvida. Crítico contumaz da Ficha Limpa, ele amenizou o discurso. Votou apenas no sentido de jogar para o futuro a aplicação da lei.

De acordo com Toffoli, seria necessário esperar pelo menos um ano da entrada em vigor da lei para impedir as candidaturas. Segundo ele, a exigência está prevista no artigo 16 da Constituição Federal. ‘O artigo 16 é uma garantia do eleitor’, disse.

Argumentou que isso garante que mudanças nas regras eleitorais patrocinadas pelas maiorias não sirvam para excluir adversários das eleições, como ocorria com freqüência na ditadura militar. Nesse sentido, votaram também os ministros Gilmar Mendes e Marco Aurélio Mello.

O voto de Gilmar Mendes foi o que mais esquentou o clima do plenário. ‘Essa regra é cláusula pétrea. O fato de ter-se que esperar um ano é uma segurança para todos. Faz parte de um processo civilizatório, precisa ser respeitado’, afirmou. ‘A história mostra em geral que os totalitarismos se louvam nesse tipo de fundamento ético.E concluiu: ‘A ditadura da maioria não é menos perigosa para a paz social do que a da minoria.’

Marco Aurélio Mello acrescentou: ‘Vivemos momentos muito estranhos. Momentos em que há abandono a princípios, a perda de parâmetros, a inversão de valores, o dito passa pelo não dito e o certo pelo errado e vice-versa. Nessas quadras é que devemos ter um apego maior pelas franquias constitucionais. E uma dessas franquias nos direciona à irretroatividade da lei.

Aplicação imediata. Cinco ministros – Carlos Ayres Britto, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Joaquim Barbosa e Ellen Gracie – votaram pela aplicação imediata da lei, ao julgar que a mudança não alterou o processo eleitoral, como visa proteger a Constituição.

Eles argumentaram que a lei foi aprovada antes das convenções partidárias. As legendas sabiam, portanto, quais eram as regras de inelegibilidade. E deram legenda para fichas-sujas porque quiseram. ‘Não há direito adquirido à elegibilidade: o direito é definido e aferido a cada eleição, assim como não há direito garantido à reeleição’, disse o ministro Ricardo Lewandowski, que também preside o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Mas a restrição que Toffoli fez à lei foi apenas aquela – de que valeria para as próximas eleições. O ministro rejeitou os argumentos dos advogados de Joaquim Roriz de que as novas regras retroagiam para prejudicá-lo e de que estaria violado o princípio da presunção de inocência ao ser considerado inelegível sem condenação pela Justiça.

——————————————————————————————————–

Enfim, não sei do que mais tenho medo. Dos fantasmas da política desse país, que já tem uma tradição nefasta. Os espírito do primeiro governo, deixaram esse legado de maldição. Ao andar em uma rua escura, que são essas vias virtuais do século XXI. Devemos ter medo é de nós mesmos. Devemos ter medo de sermos ignorantes ao ponto de reduzir nossa capacidade reflexiva sobre a realidade.

Não podemos compreender algo tão simples.

Como pode um político até hoje se candidatar com ficha suja se pra você limpar a privada do ministério você não pode ter histórico criminal.

Agora veja, quem limpa a privada desses políticos, e quando é preso não tem foro privilegiado, é quem paga o salário dessa gente. E não paga só com imposto. Paga com o trabalho, com a vida, com os filhos, com toda sua esperança. Só sua torcida pela seleção brasileira de futebol, ela só tendo feito vergonha, já paga muita coisa.

O brasileiro deveria odiar o Brasil.

Não me interpretem mal. Sou bem especifico aqui. Não é detestar o povo brasileiro, odiar nordestino ou coisa do tipo. Não é odiar o território nacional. O Brasil não é o seu povo, não é o seu território, não é a sua língua.

O Brasil é um estado, que leva o nome da cor da brasa. O vermelho da matéria que traficamos. Somos o paraíso da pirataria no mundo, e sempre fomos.

O mercado ilegal é um fato no qual nossa terra é especializada. Político ladrão tem em todo lugar, corruptos também, gente desonesta igualmente. Mas em poucos lugares é quase uma maioria má intencionada.

O brasileiro devia odiar o estado brasileiro. Que Fode com sua vida. Devia odiar o serviço público. Devia odiar o atraso econômico duma nação que mais dá do que recebe ao mundo.

Agora, como pode diabos?

É melhor que façam uma ditadura logo. Que assumam seu totalitarismo. E eu falo dos PETISTAS.

ESSAS ALIANÇAS…

Não há o que fazer. Já desenharam o destino. Só podemos fazer piada e resmungar, e que venha a Dilma. A primeira mulher na presidência podia pelo menos ser feminina. Falam de presidente negro.

O Brasil precisa primeiro, de arrumar esse judiciário. Porque é inconcebível, que um juiz aceite que um candidato tenha infringido leis. Pra qualquer emprego do mundo, o patrão não quer um criminoso. O próprio ex-detento, que já pagou sua pena e nada mais deve tem trabalho de arrumar emprego.

Mas o filho da puta do Dirceu ta solto.

Essa porra desse decoro parlamentar… tem de julgar na justiça comum. Mas sabe qual o problema?

Quem vai julgar é uma maioria de ministro nomeado pelo presidente. Isso é, o Dirceu apontou boa parte de quem ta ali.

Ai mesmo com todas as provas de corrupção, tudo que o senhor LULA, E DILMA alegam, é que isso eles não discutem, pois isso é assunto da JUSTIÇA. Que é toda comprada e o libera.

Mas que diabo de 3 poderes são esses que desequilibra pro poder judiciário ?

No fundo quem manda é o poder econômico. Não o verdadeiro poder econômico, mas o poder usurário banqueiro. Quem lucra nesse país?

Tudo comprado. Se um banqueiro dá 15 milhões pra campanha do Lula, dá 12 pra do serra e 8 pra da Dilma.

Ninguém se elege sem ta no esquema.

Vamos vigiar pra isso não virar uma Venezuela. Vamos atentar pela qualidade da educação que é alarmante.

Agora que gozado, o povo brasileiro não tem saneamento básico, a massa. Gasta-se mais em propaganda pra convencer o povo que tem saneamento, do que pra fazer esgoto.

O cara morando na bosta, recebendo mesada do governo, acha que ta tudo melhorando e que pro que era já ta bom demais.

Ta na hora desse país começar a funcionar. Eu tenho mais medo de ladrão que de fantasma.