Início > Defeito Colateral, JIHAD > As Cadeiras da Verdade.

As Cadeiras da Verdade.

Eis que eu em um passe de mágica pegue a verdade e a transforme em uma cadeira. E assim vos diga, que construímos nossas verdades como fazemos nossas cadeiras. As verdades são como cadeiras que fabricamos para o nosso uso.

Pois a principal questão, que há uma dança das cadeiras, na qual diferente do jogo infantil se sobre um jogador que fique sem uma verdade.

Se a verdade eh um jogo de cadeiras, digamos que os jogadores são finitos e as cadeiras infinitas… Quem aqui sobre são cadeiras que ficam sem jogadores, como o fato de ninguém mais adorar como verdade um Deus esquecido de uma língua morta de uma etnia ainda sequer descoberta pela humanidade de nosso tempo ?

Muitas cadeiras são as verdades que o mundo nos oferece, e poucos somos os indivíduos que nelas escolheremos aonde repousarmos em nossos momentos de dúvidas, e onde iremos relaxar no momento de sossego.

O problema dos desentendimentos de raciocínios é justamente o de querer adequar a verdade de uma cadeira às demais cadeiras, como se a verdade não fosse uma cadeira, mas uma ordem.

cadeiras_balanco

Assim, a verdade ordena absoluta e imperiosa, supostamente, a verdade da razão. Existe uma verdade, maior, que é a verdade que está no interior do homem …eis que ela ordena, puna a injustiça, condene a perversidade, faça isso ou aquilo.

Vou dar o exemplo, talvez mais polemico das verdades. O exemplo de verdade que tem base no que chamamos de IDEOLOGIA.

Imagine pra alguém criado em uma ideologia CRISTÃ OCIDENTAL CAPITALISTA, o que representaria uma vida baseada na economia de subsistência? Em um exemplo bem simples, a patricinha pode adorar lagostas, mas dificilmente se convencerá a pescar uma com sua força de trabalho.

Precisamos pra entender as verdades, e as cadeiras, saber o que é a ideologia, que seria basicamente o material do qual as cadeiras são construídos.

Supomos que temos cadeiras feitas na Amazônia e outras na região sudeste.

Muitas madeiras amazônicas são usadas pro corte, e muitas da mata atlântica igualmente. E há também cadeiras de plástico, de alumínio, e porque não, uma cadeira de cristal, ou revestida de ouro e de preciosidades ?

privada

No fim, se todas as cadeiras são verdades, o que pode impedir um homem cansado de se sentar em uma cadeira velha e esfarrapada cheia de cupins ? Só porque existe uma cadeira mais confortável que não lhe é acessível ? E se for acessível ainda, porque o homem não pode optar pelo que melhor lhe convém, quem lhe impõe uma cadeira pra se sentar ao longo de toda uma vida ?

Eis as verdades que são cadeiras de ordem. As ordens que são vistas como verdades, são a moral cega e distante da ética.

Se eu digo matar é errado, eu posso estar dizendo que deixar que matem eh certo. Se dizem que devemos preservar a vida, devemos saber que vida queremos preservar, das bactérias, dos vírus, das pestes da lavoura, os mosquitos da dengue ? Devemos sim destruir a parte da natureza que nos ameaça, se sentarmos em outra cadeira.

As cadeiras são feitas de um material ideológico tecido pelo tempo. O comportamento humano reproduz tais costumes de maneira tão eficiente, que um ancião reconhece um antepassado seu em uma simples criança, e não necessariamente por semelhança genética… “O jeito de rir é igual ao do avô, mas o olhar é como o da mãe”…

Não obstante, esse apanhado ideológico, não é algo que se dá em uma esfera individual apenas, e se assemelha muito a LINGUAGEM.

A linguagem e a ideologia estão completamente ligadas em seus conceitos, e uma não funciona sem a outra.

Existe um erro comum, de se pensar, que palavras significam determinadas coisas, quando na realidade da linguagem humana, uma palavra pode significar inclusive coisas que ela nunca  significou antes dependendo do contexto. E que uma mesma palavra, posta em um contexto diferente ou sendo interpretada por um sujeito de ideologia diferente, podem ser distintas por si só.

Por exemplo, imagine alguém de ideologia futebolística Flamenguista, gritando na torcida ideológica fanática do Vasco a expressão vulgar “TOMA NO CU BACALHAU”.

Se o sujeito grita isso e é escutado pelos flamenguistas, eles entendem, ele é dos nossos. No outro caso eles entendem, “Vamo matar esse filho da puta urubu safado”.

Então se Estados Unidos da América pode significar o sonho da jovem consumista, pode significar o demônio destruindo o islã, dependendo em que cadeira queira se sentar.

No entanto, existe a cadeira das verdades científicas, e dentro delas, uma série de cadeiras de diversas áreas. A verdade cientifica, no entanto se destaca das demais por conseguir resultados práticos sobre o que se propõe a fazer, que é decifrar a objetividade da matéria. Nisso a cadeira cientifica, consegue, por  uma questão de prática se demonstrar superior as demais. Assim, que isso não impede de maneira alguma, que outras cadeiras, não cientificas tenham validades, des de que sentadas em si mesmas.

O erro mais comum que ocorre, é quando querem impor uma verdade de uma cadeira não cientifica, para todas as cadeiras demais.

Assim, a verdade é como uma ordem. Mas veja, o soldado passa  a vida inteira recebendo ordens, que marche, que mate, que não morra. Mas não porque veja nelas a verdade; A verdade dos soldados na guerra é que geralmente estão cansados e famintos, que tem saudade de suas mulheres, e querem voltar o quanto antes pra casa.

Não há sentido em arbitrariedades. Mas veja bem, a terra é redonda não é ?

Da cadeira científica não pode ser considerada perfeitamente redonda.E de muitas não cientificas também. Mas não existem cadeiras nas quais a terra possivelmente não seja redonda? Ela não é oval? Ela é plana ? As cadeiras nos dão mais verdades.

Se em uma cadeira, na que sentamos todos os dias, nos digam assim, O egoísmo é a pessoa fazer o que bem quer e só pensar em si.

Eu de minha cadeira, diria que discordo, e que acho que isso não é egoísmo, mas puramente inteligência. O egoísmo a meu ver não é agir como se bem entende em proveito próprio, mas exigir que os outros ajam como você bem entende que é correto para o seu proveito próprio.

O egoísta não é o que controla a si mesmo, mas o que controla aos outros. Adote um cão.

As cadeiras teológicas por sua vez, não são do mesmo material das cadeiras científicas, então não deveriam sequer se mencionar. Em uma cadeira, se discute o oposto da outra, ao certo. Se na ciencia se discute matéria, na teologia geralmente o espírito; Se numa a REALIDADE, na outra justamente a TRANSCEDENTALIDADE. Se uma busca explicações pro mundo EXTERIOR, a outra em geral é de investigação INTERIOR. Se uma é formada de LEIS GERAIS, a outra é formada de CONSCIENCIA INDIVIDUAL.

Quando eu vejo dizerem que religião e ciência devem fazer as pazes, como sugere o comercial da TV FUTURA, eu simplesmente acho que a burrice de misturar as cadeiras  está justamente ai, não há como fazer pazes, se não há guerra.

Uma cadeira teológica não vai discutir assunto científico e vice versa. E isso basta. O erro está justamente, no fato de muitos quererem impor a verdade de uma cadeira em outra, geralmente por motivos POLÍTICOS.

Nesse caso meus amigos, a verdade é como as cadeiras, e sobram cadeiras pelo mundo, e graças a Deus.  E não temos de ficar a vida inteira sentados na mesma cadeira, nem devemos sentar nelas por ordem, muito menos querer misturar as cadeiras, que são diferentes em si.

Mas afinal, o que eu ainda não sei bem, é o que diabos é a verdade afinal?

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: