Início > Do que diabos gostamos > Odiar é para os fracos

Odiar é para os fracos

Texto enviado por Marcela Santos, falando sobre o convite que enviei para que se integre na lista de autores. Enquanto ainda não fazemos uma publicação em seu nome, publico em primeira mão o texto que ela me enviou. Logo em breve ela estará escrevendo para o Blog; Afinal faltava uma voz feminina.

———————————————————

Primeiro post… Nada melhor que uma mínima apresentação para iniciar. E, como me disseram que o lance por aqui é defender opinião, peço licença aos velhos integrantes por chegar me opondo ao lema do Blog. Mas, é só para falar um pouco de mim.

Eu sempre gostei de palavras – inclusive, acho que decidi fazer Medicina por causa das palavras difíceis. Aprendi que se pode conseguir muito através delas, aprendi a usá-las a meu favor, mas já usei contra sem querer. E dentre todas as que conheço, tem essa que eu odeio: odiar. Ninguém merece ouvir um “eu te odeio”. Eu odiaria…

Tenho ambições, sonhos, vontades; sou um ser extremamente mutante, um paradoxo ambulante. Por isso evito certas palavras. Quer um exemplo? Eu, como muitos por aí, tinha minhas preocupações com o Aquecimento Global, até o dia em que ouvi falar de uma possível super-dramatização do tema, o que me foi confirmado pela postagem do querido Rodrigo Nunes em “A Farsa do Aquecimento Global”. Já imaginou se eu tivesse dito: eu odeio o aquecimento global?! Tudo bem, não necessariamente as pessoas iriam me censurar, mas eu me sentiria muito Zé.

O fato é que, o tempo todo aquilo que foi dito pode ser desdito. Então, estou sempre aberta para novas opiniões, novas formas de pensar e avaliar as coisas. Não rejeito uma ideia só porque ela é diferente da minha. Ah! E isso não quer dizer que eu seja volúvel, por favor! Se você não sabe viver no século XXI, onde tudo se transforma, eu só lamento.

Para terminar, sou a favor do equilíbrio e do eufemismo. Veja bem, é muito simples entender… O equilíbrio é uma balança de utilidades e inutilidades:

ÚTIL:

INÚTIL:

Esses dois vídeos são exemplos do que pode vir a compor esse espaço (:

E o eufemismo? Ora, o eufemismo é reversível:

Eu não odeio pessoas assim… Eu simplesmente não as compreendo. Entendeu?

Aquele que odeia hoje, provavelmente continuará odiando amanhã. Mas, quem não compreende hoje, pode vir a compreender amanhã.

P.S.: Rodrigo, muito obrigada pelo convite! Vou me esforçar para seguir as suas “normas”.

*****************************************************************************************************

Norma ? A pior prisão é a liberdade. A pior norma é ser totalmente livre.

Ta certo…
Estaremos efetuando o seu cadastra, se for aprovado pelos demais membros dessa casa.

Abraços.

– Será que dá pra entender o que eu quis dizer?!?!

Anúncios
  1. Marcela Santos
    março 11, 2010 às 06:52

    Ah, que legal!!! O meu presente de aniversário =D

  2. março 11, 2010 às 07:11

    Rodrigo, eu fiz um cadastro no wordpress com esse login aqui. Agora é só mandar o convite, se tudo der derto… =D

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: