Início > Defeito Colateral, Do que diabos gostamos, JIHAD > Em que creem os que não creem.

Em que creem os que não creem.

Como muito discutido é aqui nesse blog o tema da religião, acabei resolvendo postar um debate de alto nível sobre o assunto.

O link para baixar gratuitamente o livro aqui se encontra; http://www.filestube.com/c008631e29610c3b03e9/go.html

“Este livro
O diálogo epistolar entre o cardeal Carlo Maria Martini e Umberto Eco, que ocupa a
primeira parte do presente livro, deu começo no primeiro número da revista Liberal aparecido em 22 de março de 1995 — e prosseguiu com ritmo trimestral. As oito cartas deste
epistolário público — intercambiadas e respondidas com admirável pontualidade pelos dois
correspondentes — aparecem aqui com a data de sua redação efetiva. O interesse que
despertou entre os leitores e o eco obtido em toda a imprensa pelos temas tratados no curso de
um ano — especialmente o último, o mais amplo e atrevido — fizeram aconselhável ampliar a
discussão a outros interlocutores implicados por uma ou outra razão no tema: dois filósofos (E.
Severino e M. Sgalambro), dois jornalistas (E. Scalfari e I. Montanelli) e dois políticos (V. Foa e
C. Martelli). Suas «variações» apareceram no número 12 (março de 1996).
Por último, ao cardeal Martini foi proposta, não uma (impossível) conclusão ou síntese,
a não ser, a recapitulação de alguns pontos determinantes. Uma réplica com funções de
clarificação e, por que não?, de ulterior relançamento.
Os escritos aqui recolhidos reproduzem exatamente os textos da primeira edição, com
emenda de umas poucas erratas e com novos títulos a cargo da redação da revista.”

Aos que procuram visões menos superficiais e desinformadas sobre o tema, resolvi seguir o conselho de um notável professor que não tive, o pai de Juca Kfouri. como ele mesmo expressa;
“MEU PAI , na primeira vez em que me ouviu dizer que eu era ateu, me disse para mudar o discurso e dizer que eu era agnóstico: “Você não tem cultura para se dizer ateu”, sentenciou. Confesso que fiquei meio sem entender. Até que, nem faz muito tempo, pude ler “Em que Creem os que Não Creem”, uma troca de cartas entre Umberto Eco e o cardeal Martini, de Milão, livro editado no Brasil pela editora Record. De fato, o velho tinha razão, motivo pelo qual, ele mesmo, incomparavelmente mais culto, se dissesse agnóstico, embora fosse ateu.”

O Cardeal (cargo apenas abaixo do Papa na hierarquia eclesiàstica) demonstra uma boa coerência de raciocínio, e ao longo das edições consegue manter um diálogo de alto nível com Eco. No entanto em sua última publicação, fez uma pergunta aos que não possuem fé.

Em que creem os que não creem ?

O livro é uma fuga aos que estão cansados de debates de internet no qual mais se vê a falta de cultura dos intelocutores(de qualquer opção religiosa ou não), e a pura vontade de agressão mútua.

Não que não haja uma não agressão entre ambos os lados, mas de formas bem mais delicadas e eruditas.

O texto para qualquer cidadão vale muito a pena de ser lido, já que no fim das contas o que se discute é o que nos interessa;A ética.

Boa leitura aos interessados,e aos que não se interessam, que fiquem com Deus.

Esse post foi ditado pelo espírito de André luiz, em busca do caminho da luz.

Anúncios
  1. Marcela Santos
    março 1, 2010 às 20:36

    Lerei (não hoje, é claro)! E, depois, venho aqui comentar… =D

  2. rodrigonunesouza
    março 2, 2010 às 03:19

    Muito prudente de sua parte. Muitos comentam ser ter lido basicamente nada, veja o exemplo dos fãns do Michael Jackson.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: