Início > Velho Resmungão > Ensino de sistema

Ensino de sistema

Uma coisa que eu gosto do orkut, é que se tem acesso a todo tipo de opinião, da mais idiota as mais sensatas. Algumas discussões até mesmo pertinentes, outras, que eu não vejo o menor sentido. Como essa aqui que encontrei recentemente.

Brasileiro adora colocar a culpa no governo, na mídia, no capeta, no et de varginha, no alinhamento de saturno com urano. A culpa nunca é do brasileiro em si, sempre de alguma instituição.
São sempre instituições manipulativas que só querem foder com a população, deixar ela na mediocridade, que não quer que o Brasil se desenvolva, etecetera e etecetera.

É verdade? Para alguns, talvez. Talvez tenha seu fator em todo contexto.

A função da escola? Criar cidadãos íntegros com a moral e ética brasileira (contexto social), criar cidadãos instruídos sobre as diversas matérias (contexto acadêmico). Ensino público brasileiro é de baixa qualidade? Talvez, questionáveis investimentos em educação pública, professores mau pagos e despreparados, colégios muitas vezes em condições precárias.
Culpa do governo? Nessa questão de infraestrutura, totalmente.

No seu papel de formação de jovens? Ai o buraco é mais embaixo.
Quer dizer, de um lado vem todo aquele papo altamente filosófico que o colégio te manipula, te uniformiza, faz uma lavagem cerebral pra você ser um bom cordeirinho do governo. Verdade? Não, definitivamente.
Afirmar isso, não seria o mesmo que dizer, que os colégios particulares preparam melhores cidadãos? Que falácia absurda. Indivíduos elitizados, bitolados, preconceituosos ou alienados surgem em qualquer canto.

O problema é a forma de ensino? Talvez.
Filosofia é matéria obrigatória no ensino médio a algum tempo (eu era aspirante a fazer faculdade de filosofia, quando soube disso, fiquei eternamente agradecido de saber que emprego no mínimo eu teria), isso fará os alunos serem críticos e mais sábios? Não.
Aulas de interpretação de texto são mediócres, porque basicamente pergunta ”De acordo com o texto, o céu é azul ou rosa?”. Isso mudaria a cabeça dos estudantes? Definitivamente, não.

Porque? O problema está no governo, está no método de ensino, está em você aprender coisas que você nunca vai usar na vida – afirmação que eu acho totalmente imbecil, afinal, o colégio teria (em teoria) te ensinar a diferenciar coisas do cotidiano, afinal , se você ver uma macorronada no mercado com ”Alta capacidade térmica”, você saberia o que é, ou compraria porque é ”novo”? Ou um produto com gorduras trans, as pessoas não tem o direito de saber o que é isso?
Afinal, onde está o problema?

Simples, no aluno.

Vivemos em um país extremamente confuso, moralmente confuso, que só sabe jogar a culpa de tudo e todos no governo. Eticamente absurdo – onde a malandragem e o jeitinho brasileiro vem acima de qualquer outra moral. Quem engana é comedor, o ser honesto é otário.

De que adianta aulas super filosóficas de ”Assim falou Zaratustra” no colégio, se o interesse do aluno não é em estudar? Quando o mundo só sabe jogar na suas costas ”Estude, tenha um bom emprego, ganhe dinheiro”.
Conscientização sobre isso, não é tarefa do governo ou da escola, é individual e, principalmente, do dever dos pais.

Agora, quem é mais doutrinado? O pobre infeliz que tem que trabalhar desde os 10 anos para ajudar na renda familiar, ou da dita classe média esclarecida e altamente elitista, que só sabe balbuciar coisas sem sentido sobre o governo, sem nem analisar todo o contexto do assunto?
Qualquer pobre tem mais noção de mundo e de governo que o maldito que só sabe falar mal e não apontar soluções.

O mal dessa geração ”viva a filosofia e os livres pensadores”, é que eles não percebem que são tão doutrinados a pensar assim, como quem é ‘uniformizado’ pelo colégio brasileiro. Ou vocês realmente pensam que o governo não sabe nada do que vocês falam?

Para o governo é tão útil ter esses ‘ditos conscientes’, quanto os ‘ditos massificados pelo governo’.

No Brasil, de fato, não existe um ‘Sistema de Ensino’, realmente muito útil. É o legitimo ensino de um sistema fálido, ultrapassado, preconceituoso e elitista. E esse ensino de sistema vai da classe mais baixa, até a mais alta burguesia. São todos os nossos padrões como sociedade que estão errados, são vistos de maneira errada, e isso diretamente vai refletir no governo que ‘merecemos’. O problema está em toda a sociedade, talvez falida ou não, mas não somente no nosso governo super corrupto e do capeta.
Se existirem livres pensadores que de alguma forma não sofreram nenhuma maneira de determinismo, com certeza serão marcados na história desse país.

Querem um solução? Deem-me acesso a ogivas nucleares ou seringas com ebola que eu resolvo tudo em uma semana.

PS: Dedico esse texto a todos os funcionário e professores do meu ensino médio, desde a tia da cantina que só sabia resmungar, à diretora hipócrita.
PPS: Mensagens subliminares nas tags.

Anúncios
  1. rodrigonunesouza
    dezembro 21, 2009 às 03:38

    Vou te mostrar um dos erros do sistema educacional… Professores que querem DOUTRINAR alunos a ter crêndice religiosa.

  2. dezembro 21, 2009 às 11:53

    ótimo texto

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: