Início > Defeito Colateral > Momentos no buteco.

Momentos no buteco.

Estavam ali esquecidos da vida. Bebendo no botequim e cantarolando baboseiras de amor, e o assunto era futebol.
Até que passou pela rua o caixão.

Todos nem se deram ao luxo de levantar maquinalmente, ou de esboçar uma reação; Sequer houve piada, a total indiferença.

Frederico paciência tinha cansado de esperar, era seu corpo que passava impune e esquecido, quem ali por acaso saberia quem era Frederico; Se o povo não tem memória, Paciência.

O Richarlyson mudou o penteado. São uns Bambis mesmo; Correto, mas se são deveriam assumir, sair do armário, não achas ? Acho que o jogador de futebol tem o direito de usar o penteado que quiser, e nem é muito diferente do do Wagner Love, tirando que o do do LOVE, é colorido. O morto, vai ficar parado aqui… ta tudo engarrafado, os homi fecharam a rua, ta tendo um tumulto doido ali.
“- O sujeito espera na fila até pra ser enterrado.”

Os homens tentavam desviar o foco do assunto, e três travestis, assistiam a cena do outro lado da calçada.
Não havia quem as ofendesse. Apostaram, os três travestís eram flamenguistas.

eita caralho ! é tiro isso ? Parece estalinho né ? traque… Os homi tão de bicho que eu to sabendo, ta a maior cagada ali pra baixo. Ta bom de agente chamar essa porra desse morto pra vir ressuscitar tomando uma cana aqui com agente… Ta louco… Ae motorista, corre pra cá caralho… deia o caixão ai … o cara ta morto mermo… se salva…

Ufa… n fica na rua, o tiro comendo e vc dentro do carro, baixa esse portão ai logo cacete !
Ô loco meu — dizia o apresentador na tv.

E o defunto é mais corajoso que todos os presentes, e tome cachaça…

Não interessa o motivo, resolveram pegar o defunto no caixão, e ali estava, Frederico Paciência. o próprio dos anais da literatura da paulicéia desvairada macunaimística na versão de contos novos.
Ele ta com uma cara de que é Bambi. Fanático.

O senhor conhecia este? Aqui do bairro dês de menino. É um velho já, passa dos 90. Maracujá de gaveta, na mutuca. Ele é muito chegado daquele catedrático amigo seu indicado pro nobel, aquele que é do maranhão.
Ah sim, o Bungundinha du Bacabal, sim claro, amigo dele, muito amigo. Explicado.

Acho que ele quer pela cara dele tomar um gole dessa cana. Fala sério, ta maluco, dar cana pro defunto. Porra mermão, se fosse vc, fudido, morto, esperando na fila pra ser enterrado, esquecido pela familia. Mas que diabos. Vamos dar cachaça pra ele, põe na boca dele. Vocês já tão é tudo ficando doido da cabeça… Devo contar uma coisa sobre esse senhor, meus caros amigos; Isso ai é uma bichona.

Po, se for pra discriminar viado, vamos discriminar os que tão vivos, esse aqui ta morto e é tão macho quanto uma virgem.
Essa literatura está ficando além de suja, desbocada e rude, muito apelativa… porque falar de coisas tão groteiras;Que culpa tem a literatura de retratar as realidades, no fim das contas indecente é a realidade e não o que se diz. Indecente é fingir que nada disso existe, e se lhe mostrarem que existe, se ofenda.
Mas a torcida está revoltada com o richarlyson… ele quer mais, o frederico, que doido, nunca vi defunto pra beber tão bem… repare que ele ta sorrindo. Abriu um sorrisão imenso. Hoje tem jogo no Palestra, Palmeiras e ponte, Vamos ? Com essa cagada ai na rua, é ruim ein … Esse palestra é só vergonha, timezinho que entrega no fim, só lembro do São Marcos contra o Manchester; Eu lembro contra o Marcelinho carioca seu gambá filho da puta… Calma ae pessoal, respeitem o morto pelo menos, São Paulino, e ex-gay.
Então esquece o jogo, vamos pra passeata ? Ta louco rapá ? eu sou de familia, ta me achando com cara de quem vai pra Passeata Gay ? Deixa de frescura mané, cheio de mulher gostosa lá, aquelas atrizes pornográficas lá em cima o carro peladonas, eu ein… tu já foi pra várias pra saber como é que é… Ai bicho, as vezes eu acho a mentalidade do povo brasileiro um pouco atrasada… Veja, que preconceito mais idiota, o caranaval não é a mesma coisa, não é cheio de viado? Um monte de bêbado e drogado se promiscuindo e ouvindo lixo sonoro em altíssimo volume. Eh a mesma imundice. A mesma possilga…
Deixa o Frederico Decidir. Decide Frederico!

E o morto de terrno negro, não dizia nada.

Fala alguma coisa Frederico. O sorriso se alastrou no rosto de Frederico. Ele ta afim de ir pra passeata… Mas e o tiroteio… O tiroteio passou. Passou porra nenhuma. A passeata é pro outro lado seu burro. Ah é mesmo !Sua puta vadia de mini saia.
Olha o respeito ! O defunto ta aqui. Ele gosta, olha o sorriso dele.

No metrô passaram a escadaria e a torcida organizada passou desorganizadamente quebrando tudo. Houve confronto, cadeiras voando, orelhão quebrando, vendedor de bala levando cuecão na cabeça. Era um ato de vandalismo em grupo realmente comparável à espetáculos de guerra, e atos de covardia. Cinco homens espancavam uma senhora e dois menores chutavam um recém nascido ao chão. Seus viados filhos de uma puta !

Viados e putas, eram tão temidos, isso é, o prazer da mulher e do homossexual, é algo absolutamente condenável que é sinônimo de injúria informal, mas diretíssima.

Seus viados filhos da puta. E quando viram estavam brigando e o cadáver de Frederico acabou carregado pelos ombros por dois amigos, participando ativamente da luta, dando um tabefe na tapa do torcedor, e uma rasteira em um outro. depois rolou no chão agarrado a um terceiro vândalo e consegui descer escada a baixo.
Chegou a polícia com balas de borracha e spray de pimenta… ai a cagada ficou mais tenebrosa ainda.

Seus fascistas, racistas, masoquistas. Covardes.

Mataram os inocentes, e o Frederico Paciência acabou de peito aberto esperando que depois de 12 horas o levassem pro instituto médico legal onde ninguém reconhecerá o seu corpo. Enfim, Frederico Espera um enterro digno. Um pedaço de dos palmos de terra que seja.
QUE É A PARTE QUE TE CABE NESTE LATIFÚNDIO.

Em Nome do Pai, Do filho, E da bicha loucona.
HE-MAN !

Pra entender melhor os mistérios deste texto recomendo que se leia as seguintes obras;
Frederico Paciência- de Mario de Andrade.
Momentos no Café- Manuel Bandeira.
A morte e a morte de Quincas Berro d´ÁGUA. – Jorge Amado
Morte e vida severina- João Cabral de Melo Neto,
He-Man – Minhas sinceras homenagens as versões HERBERT RICHARDS.

Estavam todos dispersos com suas vidas. Perdidos nas vidas.
Confiantes nas vidas.

Custa lembrar que a morte é uma certeza e todos nós morreremos um dia? Então lembrei bem.

Anúncios
  1. rodrigonunesouza
    dezembro 19, 2009 às 06:02

    Os erros de digitação são coisas que o universo conspirou para que minha preguiça não queria alterar.

  2. raphaelzaratustro
    dezembro 25, 2009 às 08:25

    Porra.
    Mais uma obra prima de Bode.

  3. raphaelzaratustro
    dezembro 29, 2009 às 05:06

    Fico Feliz por ver essas producoes muito legais surgindo aqui, isso mesmo, olha, excelente ano novo de 2010 pra todos.
    Vais bem meu jovem. Fico feliz.

  4. rodrigonunesouza
    janeiro 7, 2010 às 04:03

    Que isso, se fosse bom seria proibido pela censura, como não se tem mais nada bom no país nem de censura mais o país precisa.

  5. raphaelzaratustro
    janeiro 7, 2010 às 12:23

    Balela.

  6. rodrigonunesouza
    janeiro 7, 2010 às 17:23

    “e deixem que digam que pensem e que falem… ”
    Balela é isso aqui ó; http://www.bbc.co.uk/portuguese/ciencia/2010/01/100107_sacrificio_criancas_uganda_mv.shtml

    Ai vai e escreve um post dizendo que a macumba deles é científica.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: