Início > Defeito Colateral > Stephen Hawking até passou perto

Stephen Hawking até passou perto

Belo dia nos visita nosso grande amigo Sr. Euríclides Beníssimo que nos presenteou com as seguintes noções sobre o fundamental de todas as coisas.

Na ampla sala iluminada naturalmente com os raios da tarde de verão, sentados no sofá, estávamos os mais chegados, e apreciávamos uma boa cachaça nordestina.

Beníssimo foi implorado por nossas fisionomias sedentas à discursar.

“Começaríamos pelas grandes balelas que repetem sem considerações mais.

Dizer que o universo está em expansão é a pior bobagem que pode existir nos tempos atuais.

Se o universo tem um fim, então o universo pode estar em expansão. Se o universo não tem o fim, então como poderá estar se expandindo? Ou seja, qual é então o ponto de referência absoluto? Dizer, portanto, ‘qual o centro do universo infinito’? é validamente um erro absurdo.

Se o universo tem fim, isto são multiversos, perfeitamente.

Não obstante, dizer que a ‘matéria’ do ‘espaço’ é finita, não lhes parece estar correto?

Então nos parece que a matéria tem fim, e isto é em grau provável por: a) observação, completada por: b) dedução.

A observação do espaço é óbvia, a dedução é para além dela, deduzimos limite à matéria porque está contida dentro de um ‘conjunto’ maior chamado espaço, que a serve como ‘meio’.

Porém, antes, o que é o espaço? Digo, pois que, demonstrar a matéria é piada, e responder o que é o espaço é que são elas.

Sem respostas à escuta, retomamos falando do tempo, do meio, e da matéria.

Tempo não existe, a não ser para/sobre/na/em relação à matéria; jamais para o meio, se pressupondo que o universo é infinito, universo é o espaço, e o espaço, meio do ‘conteúdo’ somente, meio do qual desconhecemos as naturezas.

Tempo somente existe relativamente (ao ‘conteúdo’).

Tempo é ∆ matéria. Se a matéria mudou, correu o tempo. E não existe tempo para uma matéria estável.

Um ponto de luz percorre intacto 1000 anos luz cúbicos de espaço. Nos 1000 anos que uma vastidão do universo se modificou, para o ponto de luz não houve tempo.

Tempo é newtoniano, e Newton é homem na Terra, onde o Sol é o relógio. Tempo é ∆ matéria, porém o que matéria?

Homens são matéria? Sim. Coisas e átomos são matéria? Sim. Átomos são energia. Energia é matéria (‘conteúdo’)?  Sim. Pra dentro então, qual o limite da energia?

Se o universo não tem fim, e são na verdade ‘universos’, isto muda alguma coisa? O Terrível Infinito ainda resistirá.

Será descoberto que é o espaço o fim e o início da matéria? Matéria finita, em contato com o espaço infinito, isto não lhes parece absolutamente incongruente?

Afinal, se existir um ‘infinito’, o que já é inconcebível, ainda assim, jamais por puro Logus, poderíamos delimitá-lo.

Pois queriríamos por a esfera no ponto, ou melhor, o infinito na esfera, o que é desnaturado, não é? Se não há infinito em si.

Se utopia é o não-lugar, o universo é a utopia, se o universo não tem fim. Se tem fim, e há ‘multiversos dimensionais’, será que nesse outro existe o conceito de ‘matéria’, ou de ‘existir’, será que ‘lá’ existe ‘conceito’ ou Logus? Será que também ‘lá’ não ‘tem’ é uma ultradimensão do Logus? Ou etc.

Se utopia é o universo, topus (o lugar) é a matéria, utopia está fora do tempo.

Seria correto dizer que o conjunto contém o elemento, ou o pote, a água, mas como isto serviria de metáfora para o infinito? Seria leviano.

Então se dissermos que o universo é único por natureza e também ele é infinito, infinito é o espaço, e infinito deve ser também o Logus, porque pelo que nos parece, a saga da matéria, é a saga das infinitas possíveis combinações dos seus elementos e energias, no tempo, ou na chamada nossa, ‘tempos’.

Mas se o universo tem fim, e é antecedido ou precedido por outros versos ou versões, por favor, o que é que muda na ânsia do infinito?

O Logus é a conexão do conteúdo com o infinito, o Logus é a ‘conexão’ da matéria com o espaço.

O Logus é um fenômeno conhecendo a própria causa. Logus ‘cresce’ quando se avança nos  níveis causais e nas dimensões estruturais e na força da mobilidade. Mobilidade é matéria no tempo, assim como o tempo é matéria movendo. Assim o Logus alcança mais um novo fenômeno: a estrutura material consciente de si e consciente da estrutura material, quando então ele mesmo se altera, quem sabe quando então ele altera o tempo mesmo?

Somos ‘sem precedentes’. Nossa civilização alcançou mais um level. E isto ainda seria absurdo, se o tempo é infinito.

Se o espaço é infinito, isto quer dizer que ele é infinito em si, e que a matéria também é infinita, porque se há matéria espalhada pelo espaço, e uma parte do espaço contém matéria, sendo o espaço infinito em si, então o evento ‘matéria’ deverá se repetir infinitas vezes.

Como pode o infinito ‘conter’ o finito? Se o infinito é infinito em si.

Ora! Agora até a matéria é infinita! Estamos é perdidos nesses silogismos que demonstram tudo, porque o fundamento é paradoxal.

Por um minuto voltemos a pôr a matéria como finita, para perguntar: Há consciência fora da matéria?

Agora continuemos com a matéria infinita, e perguntemos a mesma coisa. Se há então consciência fora da matéria, inevitavelmente, demonstraríamos Deus. Se não, se só na matéria há consciência, como em nós que somos matéria, alcançaríamos Logus infinito, num determinado tempo histórico-‘evolutivo’, ou seja, poderíamos dominar em absoluto toda a propriedade da matéria, a submetendo à nossa super-consciência? E ainda assim, portanto, não nos converteríamos em Deus?, porque a própria matéria é infinita em si. E esse Deus seria material.

Em conclusão.

Ou dizemos que o universo é infinito ou que está em expansão. Ou dizemos que o universo está em expansão ou que a matéria é infinita.

Se o universo é infinito, o é o espaço, e o é a matéria, conforme demonstrado. Se assim, o universo nem se expande nem contrai, como tampouco poderia a matéria? Assim, nem poderia se afirmar que é então a matéria do universo que está em expansão. Mas quando diz que o universo tem fim, negando o próprio ‘universo’ e adotando multiversos, você então pode falar em expansão, e ainda assim conviveria em detrimento do infinito, porque, (não queria dizer mas tenho que garantir que serei entendido por todos) ‘o que vem depois, o que vem depois, e depois, e depois…?’

Por isso, esse senso comum falsamente chamado ‘científico’ como absoluto, nada filosófico, da expansão, da macro-evolução química (tratarei depois) e outros fanatismos são para a opinião do meu pensamento, posicionamentos parciais e deficitários.

Seria a matéria o fim do Logus? Ou seria essa matéria uma fase de outras?

Não creio que esse nosso Logus alcance o infinito, mas um sentimento sim, talvez. A não ser que haja outra fase, alter-humana .

Será que só há pensamento e sentimento, e as percepções sensoriais humans, na saga de consciência da matéria?

Creio vivamente, de certeza perfeita, que há mais, não sei se para meu ‘espírito’ ou se reservado somente aos felizardos da geração de deuses biomateriológicos do fim da história possível da matéria.

E se, Deus não criou o homem, mas o homem que se converterá em Deus?

E se a reencarnação do homem é a reprodução? E se formos parte do tempo histórico de homens semi-conscientes do Logus material, que culminará (e já culminou antes) sorteadamente no Ultra-conhecedor e Ator?

Etc.”

Então nos despedimos, querendo mais, admirados, do tão nobre homem, daquele mergulho nas profundezas do pensamento consciente, praticamente extasiados, completamente perplexos. Como um espectro de pura luz, o fizemos prometer que voltaria.

Anúncios
  1. kevin
    dezembro 6, 2009 às 09:50

    Li, entendi mas me perdi IJFEAIOWJFIJAWIOFEJIOAW

  2. rodrigonunesouza
    dezembro 6, 2009 às 21:27

    Muitas premissas falsas gerando conclusões verdadeiras.
    Isso é alguma espécie de poesia com falácias ?

    Ficou bem feita a intenção, o leitor pode até pensar que você realmente acredita nesse bando de besteira.
    Parabéns.

    Bungundinha irá fazer uma correção adequada no momento adequado.

  3. rodrigonunesouza
    dezembro 6, 2009 às 21:37

    Martin Rees, Before the Beginning, Our Universe and Others, Simon & Schuster, London 1997.
    Marcelo Gleiser, A Dança do Universo, Dos Mitos da Criação ao Big Bang, Companhia das Letras, São Paulo 1999.
    Jim Al-Khalili, Black Holes Wormholes & Time Machines, Institute of Physics Publishing, London 1999.
    Alan H. Guth, The Inflationary Universe, Perseus, Reading 1997.
    Leon Lederman, The God Particle, Houghton Mifflin, Boston 1993.
    Joseph Silk, The Big Bang, Freeman, NY 1989.
    Jayant Vishnu Narlikar (1938-), The lighter side of gravity, 2nd ed, Cambridge 1996. Dark Energy no Hubble Space Telescope Science Institute

    ——————————————————————————–
    O Bungundinha disse que a desinformação teórica e a falta deprecisão científica no discurso são corrigidos com livros acadêmicos sobre o assunto que o autor se mostrou perfeito ignorante, segundo menção de Bungundinha.

    Gafanhoto, você só pode estar mesmo no mundo da lua, porque no da cosmologia o senhor Benício não se encontra.

    Já bungundinha, de enorme autorida no meio cosmológico este ano batizou a BACABAL M34, mais uma supernova encontrad em seu nome.
    Veja as fotos: http://www.istockphoto.com/file_thumbview_approve/241043/2/istockphoto_241043-supernova.jpg

  4. rodrigonunesouza
    dezembro 6, 2009 às 21:53

    http://adevidacomedia.files.wordpress.com/2009/06/deus.jpeg—-

    A teoria que rejeita o que a ciência sugere pra explicar os fenômenos naturais do universo é baseada nessa figura.

    Afinal, isso aqui é um blog bem humorado, não há outra maneira de sair desse texto deprimente que propõe a demencia como sabedoria extrema.

    Sim, que Deus proteja vocês da descrença.

    Só uma última e oportuna observação pra terminar a avacalhação com luxo, já que pra quem acompanha isso, viu que foi primeiro em verso e agora em prova que meu ateísmo desfila virtuosismo contra o charlatanismo barato de um discurso de almanaque, que o senhor gafanhoto insiste em não só pensar, mas em publicar diante de meus olhos em um veículo no qual tenho voz ativa.
    O que mais poderia resultar senão em eloquente escárnio público ?

    Escravinhos do Dawkins são rigorosamente treinados pra vencer debates.
    E eu sou ateu antes de saber que Dawkins existia.

    Só me resta esperar, e corrigir.

  5. raphaelzaratustro
    dezembro 7, 2009 às 05:30

    Por telegrama, Euríclides Beníssimo:
    “Amigos, enquanto partem da premissa de fazerem comédias e negarem Deus, partimos da premissa de exercermos o livre-pensar. No máximo o que conseguirão são as boas risadas a que se prometeram nos arrancar. Enquanto negam Deus, tratamos d’Ele quando quisermos. Deus é uma ótima metáfora, antropologicamente factual e historicamente necessária. Deus só cairá por uma metáfora superior culturalmente a ela mesma. E não apresentam uma ao mundo porque são biologicamente incapacitados. Ateu é também uma ótima metáfora, tirada por temática tipicamente humorística, ou cômica por excelência. Assim como o teimoso Bungundinha du Bacabal é por excelência um grande palhaço. Com todas as irradiações do cosmos pela Arte, numa linda manhã de chuva fina, pernoitarei novamente em Copenhagem, ao completar hoje essa promissora agenda que contemplo nas minhas mãos, mantenhamos a labuta!”

  6. Denise
    dezembro 7, 2009 às 07:47

    Em 2006, Dawkins afirmou-se aberto «ao mais maravilhoso leque de possibilidades futuras», mas céptico quanto a ser verdadeira «qualquer uma, em particular, de todas as religiões históricas que as pessoas inventaram». O que ele considera mais meritório que «os deuses do Olimpo ou Jesus a vir cá abaixo morrer na Cruz» é a hipótese de um deus maior e mais incompreensível que tudo o que os teólogos inventaram. Mas mesmo esta ele diz ser refutável e haver bons argumentos para a rejeitar.

    No que toca ao afecto por uma hipótese dificilmente haverá agnósticos. Cada um sabe o que sente e, neste plano afectivo, podemos dividir as pessoas em dois grupos. Os crentes, que sentem um carinho especial pela hipótese de um certo deus e adoram essa ideia. E os ateus, indiferentes a essas hipóteses, ou a quem a ideia repugna, e que não adoram nenhum deus.

    A hipótese de Krishna ser um avatar de Vishnu pode ser verdadeira ou pode ser falsa mas, seja como for, a sua verdade não depende daquilo que eu, o Alfredo ou um hindu possa sentir por ela. E vice-versa. Também não é preciso que o afeto pela hipótese seja determinado pelo seu valor de verdade. No meu caso, mesmo que Krishna seja realmente um avatar de Vishnu eu não me vou tornar num hindu devoto nem adorar deuses só por causa disso.

    Dawkins rejeita a possibilidade de qualquer religião inventada até hoje ser a religião correcta. Seja sereias seja Jesus nascer de uma virgem, são hipóteses que posso rejeitar ou aceitá-las como minha verdade. E isto independentemente de alguém desejar muito que sejam verdade.

    Infelizmente, não espero que a teologia católica admita esta distinção entre a atitude pessoal e a verdade das hipóteses.

  7. NM
    dezembro 7, 2009 às 12:22

    Não só Dawkins, mas toda a ciência onde nós conhecemos, não é compatível com nenhuma divindade de nenhuma religião, e mesmo um papo muito mais deista de ”Um deus fora da religião”, também é habilmente colocado de lado por ser desnecessário.

  8. Denise
    dezembro 7, 2009 às 15:49

    Bungundinha Fake! Porque é Fake mesmo! No personagem não, que é doido, mas é Fake nas ideáis. Ser ateu é ser fake, é viver um personagem sem propósito.
    Nos encontraremos junto com o Pai Maior e verás que os Céus são tremendos, mais do que sua sã consciência.
    Sai da Internet e vai ler uma Bíblia. Encontrarás respostas de suas dúvidas. Bungundinha, tu dizes ser ateu para ser revolucionário? Conte-nos bungundinha, abre seu coraçãozinho.
    Que Deus ilumine sua mente para você ficar são.
    Você se sente superior por ser ateu?

  9. rodrigonunesouza
    dezembro 7, 2009 às 16:46

    Pode deixar, que vou encaminhar as perguntas direto pra autoridade maior.Se é que ele estará com humor para fazê-lo.

  10. rodrigonunesouza
    dezembro 7, 2009 às 16:55

    Não sei se publico a resposta… estou temendo maiores conflitos.

    Bungundinha foi curto grosso e categórico nas críticas, que podem ofender os criticados.

    Acho melhor não publicar todas respostas, vou censurar o texto de bungundinha, só que ele me proibiu de fazê-lo, correndo inclusive o risco de nunca mais brindar com sua sábia presença em nosso espaço.

  11. rodrigonunesouza
    dezembro 7, 2009 às 17:16

    “Bungundinha Fake! Porque é Fake mesmo! No personagem não, que é doido, mas é Fake nas ideáis. Ser ateu é ser fake, é viver um personagem sem propósito.”—-Bungundinha se ofendeu com esse ataque. Não vou postar a resposta em respeito aos leitores. Vamos supor aqui que ele respondeu com uma falácia de ataque pessoal em dobro do que foi atacado.

    “Nos encontraremos junto com o Pai Maior”—Encontrar separado ficará difícil. Não vou postar o resto da resposta por ser demasiado desnecessário responder agressão com agressão, mesmo que bem humorada. “verás que os Céus são tremendos”—Mas como verei se meus olhos serão alimentos de vermes ?

    “, mais do que sua sã consciência.”—-Mais do que a são consciencia ? Não faz sentido, organize seus pensametos e perguntas por gentileza.

    “Sai da Internet e vai ler uma Bíblia.”—- Que absurdo, http://www.biblia.com.br — enquanto todos cristão fazendo campanhas pra entrarem, você difamando a internet, que contaditório. Biblia é boa pra fazer piada, de como aquele povinho do deserto era burro e doido, pq via alucinações, é de se entender, no deserto mesmo se veêm, essas coisas, e eu quando enontrei na macedonia o nobre companheiro Melquiades,ele mesmo, dos ciganos, amigo do

    “Encontrarás respostas de suas dúvidas.”—-Bungundinha não só tem as respostas como já as respondeu em linguagem bem clara.

    “Bungundinha, tu dizes ser ateu para ser revolucionário?”—-Detesto o revolucionários, sou a favor das pessoas que pensam.

    “Conte-nos bungundinha, abre seu coraçãozinho.”—Você poderia conversar no mesmo idioma que eu ?

    “Que Deus ilumine sua mente para você ficar são.”— Que Deus não me faça peidar em falso em público seria mais útil, que idéia bizarra ele teve na hora da criação. Nem um sádico pensaria em algo tão tosco. Aquele liquido amarelo quentinho escorrendo pelas pernas. FOI DEUS, MILAGRE, PEIDEI LÍQUIDO.

    Bungundinha,se exalta, e corto daqui pra frente, salvando a conclusão;

    “Não pode-se admitir que uma inteligencia perfeita tenha criado o cu.—————————————–(…)————————O cu humano e o cu do cachorro e do elefante e até o cu do platelmito que nem cu tem são a prova definitiva de que o cu é uma coisa básica pra qualquer ser vivo.
    Você se sente superior por ser ateu?—Bungundinha não se sente superio por ser ateu, se sente ofendido de que os outros acham-o superior só porque ele é ateu, como se todo ateu, só porque não acredita em papai noel ou em elvis-não-morreu, tem de obrigatoriamente ser alguem que se pense melhor que os outros.

    Justamente por achar que qualquer outro é tão capaz de entender coisas basicas e simples, com o que é realidade e o que é o impossível, a delusão, e o que freud nos narra sobra a necessidade da figura divina da qual muitos, por apego, passam a julgá-la factual para com a realidade.

    Isso não se resume ao materialismo, mas ao naturalismo.

    Não se pode provar que o papai noel não existe ou que elvis não morreu, nem que jesus existiu.
    Mas podemos dizer que todas essas afirmativas são ————–(censurado)….. traduzi por inadequadas.

    Bungundinha, peço tão somente que não fique furioso comigo por ter censurado os seus textos, espero que sua imensa sabedoria entenda que minha decisão foi um voto em favor da paz, e uma mão estendida para a amizade para com os interlocutore.

    Já o senhor Benício, Bungundinha mantm sua palavra, os livros técnicos, e muitos insultos que não posso publicar igualmente, mas mandou desafiar para uma briga de facas aonde quiser o bom senhor.
    Problemas de discurso quando entram na honra de um homem, é difícil segurar.

    Bungundinha propõe um paradoxo…

  12. rodrigonunesouza
    dezembro 7, 2009 às 17:33

    ‘..na verdade a fé nada mais é do que a suspensão deliberada da descrença.É um ato de vontade.Não um estado de graça,mas um estado de escolha,pois,sem evidências não há razões pra crer,exceto o seu desejo de crer..’

  13. rodrigonunesouza
    dezembro 7, 2009 às 17:40

    Mas denise, independende dos comentários do Bungundinha, eu acho muito boas algumas colocações suas;

    “Infelizmente, não espero que a teologia católica admita esta distinção entre a atitude pessoal e a verdade das hipóteses.”—Fazer isso seria suicídio. porque a atitude pessoal é a única coisa que influencie, e a origem disso é a DOUTRINAÇÃO RELIGIOSA INFANTIL.

    Eu penso isso ser crime contra a humanidade, tal como a OBRIGAÇÃO DE TER DE PARTICIPAR DE RITUAIS.

    Imagine-se nascendo num lugar onde aos 8 anos cortariam seu clitóris, ou em uma familia que resolveriam impor uma moral sufocante em sua cabeça.

    Eu penso que nada disso deve ser respeitado, e se elas não devem, nenhuma crença é melhor ou pior do que a outra.

    A igreja católica não sabe onde se meter nesse mundo.

    O fim dos tempos chegou, só pra eles. O mundo continua aqui e se o homem destruir, ficam as baratas.

  14. BravoNet
    dezembro 7, 2009 às 22:16

    NM :Não só Dawkins, mas toda a ciência onde nós conhecemos, não é compatível com nenhuma divindade de nenhuma religião, e mesmo um papo muito mais deista de ”Um deus fora da religião”, também é habilmente colocado de lado por ser desnecessário.

    Você não leu o texto não? ;/ Se leu não compreendeu nada. Putz, que tristeza, gente que até faz desconfiar ser de fato pensante, se mostra incapaz de alcançar aquela razão límpida demonstrada por esse Euriclides aí. Nunca tinha lidado com uma exposição tão clara e perfeita dos mistérios do infinito e do universo e da matéria e toda a coisa e tal. MEUS PARABÉNS AO AUTOR! Pena que tem esse pessoal zombeteiro, mas vale o ridículo das gargalhadas, mesmo que pese a mentira!?

  15. Denise
    dezembro 7, 2009 às 23:01

    Bungundinha
    É tão fácil arrumar desculpas — desculpas legítimas, lógicas, razoáveis e aceitáveis — para justificar por que você não consegue fazer certa coisa e por que nem se deveria esperar isso de você. E quase sempre a maioria das pessoas vão aceitar as suas desculpas, porque elas também não têm fé, e ao desculparem você, também estão se desculpando. Mas será que Deus vai desculpar?

  16. Denise
    dezembro 7, 2009 às 23:03

    Você é a oportunidade de Deus para hoje. Ele esperou séculos por alguém exatamente como você. Caso você se recuse a aceitá-Lo, Deus vai perder a oportunidade que buscava em você, e jamais terá outra, pois jamais haverá neste mundo outra pessoa como você.

  17. Denise
    dezembro 7, 2009 às 23:05

    O único significado de ser ateu é que você não crê em Deus.

    O problema é que muitos deles acham que o fato de não crerem os faz mais inteligentes do que os demais e então resolvem que têm que provar para nós, que acreditamos, que eles são geniais e nós somos burros.

    Só que, geralmente, só conseguem dizer piadas de mau-gosto e empregar uma lógica pré-aristotélica com argumentos tão profundos quanto um pires.

  18. BravoNet
    dezembro 7, 2009 às 23:08

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  19. NM
    dezembro 7, 2009 às 23:24

    @BravoNet

    Pior de tudo é que não li mesmo, e na real, o meu comentário foi destinado mais a Denise que ao texto em si. Na citação dela de ”Dawkins rejeita a possibilidade de qualquer religião inventada até hoje ser a religião correcta. Seja sereias seja Jesus nascer de uma virgem, são hipóteses que posso rejeitar ou aceitá-las como minha verdade. E isto independentemente de alguém desejar muito que sejam verdade.”

    Não sei o que é pior, julgar o que alguém sabe/não sabe, ou não entender o que uma pessoa ta falando e querer pagar de gostoso.

  20. BravoNet
    dezembro 8, 2009 às 00:36

    Pagar de gostoso é minha honra perante uma homenagem como a vossa.

    Sereia, Rei Jesus, etc, “são hipóteses que posso rejeitar ou aceitá-las como minha verdade. E isto independentemente de alguém desejar muito que sejam verdade.”

    Porém, isto é falso. Porque: só vc mesmo pra “rejeitar ou aceitá-las como minha verdade” ao invés de mostrar a que veio e soltar a pica dentro dessa porra, e que se foda, porque esqueceu da própria ciência que prega por uma “aceitação” de uma verdade histórica contra o original que é verdade científica.

    A única verdade de vcs é chamada ciêntífica. Nossa, são é verdades! E ainda presos vós estais em conceito unilateral, unidimensional, o que é mesmo é ‘visão torpe’!

    Apaga vossa sabedoria oh NM, em negar-se a si mesmo bíblico. Porém quando empenha a totalidade do que sois, pronto; Tu. amigo estás ali. Presente. Íntegro. Pq sincero.

    Não seria conveniente postar como uma mola propulsora de 10 anos de pensamente próprio sustento, que essas pirraças adolescentes quase-acabadas? Para!

    Porra, para! Pára sujeito!! Para aê!

    Responde essa merda então

  21. BravoNet
    dezembro 8, 2009 às 00:37

    E Tu não leu já é mentira. Pára porra, pára

  22. Caliwoman
    dezembro 8, 2009 às 00:39

    pois não dá para provar a não existência de algo, somente o oposto, a existência. É mais ou menos como nos casos das ovelhas, eu não posso provar que todas as ovelhas são brancas, simplesmente porque não conheço todas as ovelhas – muitas ainda irão nascer. Mas se surgir uma só ovelha parda, aí eu posso provar, com toda a certeza, que NEM TODAS as ovelhas são brancas.

    No caso de Deus, só seria possível provar se ele de fato existisse. Pessoas estão tentando provar isso a milênios, sem sucesso. Não existe um único indício sólido o suficiente para sustentar a tese. Pois se houvesse, o mundo mudaria radicalmente. Mas deus nunca deu o ar da graça, nunca fez um milagrezinho, nunca lançou uma praga sobre nós… tudo o que ouvimos sobre ele são mitos e lendas – assim fica difícil.

    Agora, quem estudou, como eu, sabe que o ser humano morre de medo do desconhecido. Por isso, ele precisa encontrar explicação para tudo. E para o que ele não consegue achar explicação, chama de deus! O mesmo deus que no passado era o responsável pelos relampagos e trovões, hoje é o ser misterioso, a energia cósmica espiritual responsável pela vida eterna – eliminando o medo humano de deixar de existir.

    Graças a deus!

  23. BravoNet
    dezembro 8, 2009 às 00:40

    Só a Denise Porra Nenhuma Mano! Tu falou em Deus, em Religião,
    porra nem vou me dar ao trabalho: te cite a ti

    NM :Não só Dawkins, mas toda a ciência onde nós conhecemos, não é compatível com nenhuma divindade de nenhuma religião, e mesmo um papo muito mais deista de ”Um deus fora da religião”, também é habilmente colocado de lado por ser desnecessário.

    Tu falou de uma porrada de coisa rapaz

    Tu complementou a sua opinião n~~ao, então foi o que mano?

  24. BravoNet
    dezembro 8, 2009 às 00:43

    Tu é caozeiro que eu to ligado, falo de boca cheia do que tu “sabe/não sabe”, tu não sabe como eu sei isso mano!

  25. Denise
    dezembro 8, 2009 às 00:44

    Aqueles que não sabem respeitar a opinião dos outros se acham os donos da verdade.

  26. BravoNet
    dezembro 8, 2009 às 00:49

    “Pior de tudo é que não li mesmo, e na real, o meu comentário foi destinado mais a Denise que ao texto em si.” ass: NM

    Cara, blz mas, então tu destinou uma parcela de seu comentário a um texto que tu nunca leu mano?

  27. BravoNet
    dezembro 8, 2009 às 01:01

    “Bungundinha Fake! Porque é Fake mesmo! No personagem não, que é doido, mas é Fake nas ideáis. Ser ateu é ser fake, é viver um personagem sem propósito.”—-Bungundinha se ofendeu com esse ataque. Não vou postar a resposta em respeito aos leitores. Vamos supor aqui que ele respondeu com uma falácia de ataque pessoal em dobro do que foi atacado.”

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Que isso é war craft mano? LOL

  28. BravoNet
    dezembro 8, 2009 às 01:04

    Bundinguinha sentiu tanto esse ataque pq a carapuça serviu certinho de ser um personagem sem propósito, pq é ateu mano.

  29. NM
    dezembro 8, 2009 às 06:28

    @Bravonet
    Entende-se que você está aqui só pelo ‘Flame Lulz’. E não pela discussão em si.
    Vou te explicar denovo: Não li o texto, vim direto ver os comentários para ver se nenhum comentário que vá contra as normas do blog (spam e etecetera) tinha passado, vi o comentário da denise com o citado trecho, e resolvi fazer um complemento.
    VEJA BEM, foi só um complemento para o que ela falou, tanto que nem entrei em toda essa discussão sobre o texto ou sobre o escambau que ela está tendo com o rodrigo.

  30. BravoNet
    dezembro 8, 2009 às 17:33

    Tá bom, já entendi, tu conseguiu, tu me convenceu que é um coitadinho mano, e sem opinião.

    “Entende-se que você está aqui só pelo ‘Flame Lulz’. E não pela discussão em si.”
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk que que é flame lulz, não sei mas essa foi muito engraçada mano: eu não estou pela discussão em si??? E tu que tá pagando de COP ae só fiscalizando a bodega lê tudo ae mano pra vê se tem spam nessa porra! VAI VAI

    “vi o comentário da denise com o citado trecho, e resolvi fazer um complemento”
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Tu veio complementar o comentário a respeito do que você nem conhece, pq vc num leu o texto mano?! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk que patético, você está se contradizendo de propósito, né, fala a verdade, é de propósito, só pode ser! …

    Assim tá muito fácil! Mas vamos lá …

    “VEJA BEM, foi só um complemento para o que ela falou, tanto que nem entrei em toda essa discussão sobre o texto ou sobre o escambau que ela está tendo com o rodrigo.” – Bom, primeiro o VEJA BEM maiúsculo já é interessante, pq diz que vc faz questão de ser bem compreendido e isso é legítimo. OK. Mas pera aí, mais uma vez vc diz que é só complemento do que a denise falou sobre o texto, e mais uma vez vc (não sinceramente) (se contradiz) etc etc etc devido ao dito um parágrafo assim por mim aqui agora, ou seja complementar um comentário sobre o que vc desconhece. ABSURDO. outro ABSURDO é dizer que não entrou na discussão. Primeiro tu postou um COMMENT aqui, segundo foi justamente sobre o TEMA DA DISCUSSÃO.

    Putz. lamentável suas meia-esquivas

  31. Amstertot
    dezembro 8, 2009 às 17:50

    MARAVILHOSA OBRA DA NATUREZA!
    Gente, não é questão de concordar ou discordar, porque o pensamente fica absoluto dentro do que se chama coerência.
    Parabéns Euríclides Beníssimo!
    Laventáveis são essas discussões infantis de certos malandros…

  32. NM
    dezembro 8, 2009 às 17:58

    @Bravonet
    Vou fingir que tu é mulher pra te dar razão.

  33. BravoNet
    dezembro 8, 2009 às 18:01

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Você não tem opção a não ser se render à RAZÃO.

  34. NM
    dezembro 8, 2009 às 18:16

    HAHAHAHA, genial, se teu intuito, rafael, era enganar alguém, parabéns: Conseguiu.
    Agora para de criar usuários fakes para comentar e dar credibilidade a seus textos.

  35. NM
    dezembro 8, 2009 às 18:17

    Refiro-me aos fakes: BravoNet e Amstertot.
    Sério, pode parar, Rafael, ou da a cara a tapa ou isso fica cada vez mais ridículo.

    EDIT: E em um estudo mais profundo achei mais fakes, olha que maravilha. Denise, Caliwoman (que comentaram nesse texto) e [BFR] também são a mesma pessoa.
    Que engraçado hahaha

  36. rodrigonunesouza
    dezembro 8, 2009 às 18:32

    Deus é fake.

    É isso que eu to insistindo.

    Ele existe, mas é FAKE.

  37. rodrigonunesouza
    dezembro 8, 2009 às 18:36

    Que coisa feia…

    realmente estou muito envergonhado por uma atitude de tanta falta de ética.

    FOI A VONTADE DE DEUS FOI ?

  38. BravoNet
    dezembro 8, 2009 às 18:39

    Fake??? Crédito aos textos??? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    aqui a casa é grande mano.

  39. NM
    dezembro 8, 2009 às 18:58

    Xiu, que aqui quem tem provas sou eu.


  40. BravoNet
    dezembro 8, 2009 às 19:03

    Provaste o que? Três Pessoas num mesmo IP? Sim.

    Provaste o que? Três Nicks uma mesma Pessoa? Não.

    Aqui a casa é grande…

  41. NM
    dezembro 8, 2009 às 19:09

    Aqui também. Doze pessoas. Doze computadores.
    Doze ips.

  42. rodrigonunesouza
    dezembro 8, 2009 às 20:37

    Bem Denise, voce se mostra extremamentre preconceituosa em achar, que alguem se acha mais inteligente por ser ateu. Isso é um dos rótulos que nfiam no ateus.

    Não acreditamos em deuses, nem em qualquer evento sobrenatural, porque não temos, nem nós nem os que acreditam, evidencias para tal.

    Uma opnião sem evidencias, não vale de nada.

    É muito fáci insinuar que minhas idéias são razas, mas estou disposto a defender com mais profundidade qualquer uma delas, qual gostaria de ver defendida?

    Eu sei zombar e sei falar sério, egora por exemplo, estou zombando como se falasse sério.

    Não temos motivos pra respeitar nenhuma idéia idiota.
    Respeito sim a pessoa, mas o que a pessoa pensa.

    E não há nada de errado com isso, é um direito que me cabe.

    De pensar que uma idéiá é ridicula e devidamente ridicularizá-la.

    O engraçado é que os argumentos não são respondidos. Nem o paradoxo, nem nada.

    Crer em Deus é um problema mental. Mas isso não me faz nem superior nem mais inteligente que nenhum doente da cabeça, ou do pulmão ou das pernas.

    Doença é algo natural e é da condição humana.

    Então, não porque um demente tem a opinião de que ele é napoleão que eu vá respeitar essa idéia.

    A Idéia filosófica de DEUS, seja qual for o tipo de deus que ta se defendendo, é ridicula, tal como a ideia de que os eventos naturais são controlados por frças exteriores, superinteligentes e bla bla bla….

    isso é um pensamento tão ridículo que só posso fazer é não me segurar pra não rir na cara de um otário que fala sozinho achando que ta conversando com uma inteligencia superio do além da eternidade, simplesmente, eu acho que é muita pretensão de qualquer homem achar que tem tal superpoder, de pedir sinceramente um desejo e esse desejo ser realizado por uma espéciede genio da lampada do infinito….

    Bem, é muito infantil querer explicar coisas com eventos sobrenaturais, e completamente passivel a ridicularização justamente por ser levado a sério.

    Não se persegue que se creia, se persegue a idéia filosófica como legítima.

    Isso é óbvio.

    Não critique meu argumento sem apontar qual foi o erro, para que ao menos eu possa me defender, só ficar insinuando so torna enfadonho o discurso.

    Provando que você fala de mais por não ter nada a dizer.

    De qualquer forma, DESAFIO QUALQUER UM A DEBATER A EXISTENCIA DE DEUS OU DE QUALQUER FORÇA SOBRENATURAL, utilizando o método científico.

    Pode vir, que o pau vai comer…

    Adoro avacalhar gente assim.

  43. Denise
    dezembro 8, 2009 às 23:19

    nn to aqui p/ provar que Deus existe, mas defendo a religião como uma instituição cultural.
    *tentando fazer ele pensar por outro lado
    *a religião oferece uma combinação de benefícios psicológicos, emocionais, morais, comuns, existenciais, físicos e até mesmo à saúde que nenhuma outra instituição pode replicar.
    *julgar o caso de forma convincente para o ateísmo não é por argumentos que tentam como intuito provar a existência de Deus e sim demonstrar a contribuição duradoura da religião.
    “A religião também pode trazer malefícios, mas as ações benéficas realizadas diariamente por bilhões de pessoas é a verdadeira história da religião, que acompanha o crescimento e a prosperidade da humanidade”
    *A ciência moderna, em muitos casos, exclui a religião a fim de explicar o mundo e o universo.
    *nós podemos aceitar o que a ciência diz sobre o funcionamento do universo
    *Em outras palavras, a forma com que o mundo funciona não é a mesma que explica o porquê o mundo funciona.
    Os ateus muitas vezes não compreendem a moral religiosa. Não é uma simples recompensa ou sistema de punição. “O mais cínico vê na religião uma obediência cega à autoridade moral e um sistema de controle opressivo comportamental”
    *Enquanto alguns adeptos religiosos exibem uma orientação autoritária, isso também pode ocorrer com muitas pessoas não-religiosas,
    *Uma contribuição da religião para a sociedade é a noção cristã de que os seres humanos são feitos à imagem de Deus,Desde que os seres humanos estão destinados a compartilhar da natureza divina devem ser respeitados como filhos de Deus.
    * Fatos e estudos sociológicos demonstram que as pessoas religiosas têm mais carinho, compaixão e dão mais dinheiro para a caridade do que as não-religiosas. Esta prática não está restrita a uma religião em particular
    *A religião também fornece uma base sólida para o comportamento moral através de uma adesão a valores absolutos. Em contrapartida, sem religião as pessoas podem ter moral. Contudo, os preceitos morais são feitos por um homem falível e não substancial, pois envolve opiniões pessoais ou mesmo interesse pessoal.
    *A ciência por si só não pode levar a uma cultura moral, “O certo e o errado não são explicados pela física ou biologia”
    *”A religião torna-se assim a mais importante fonte cultural e institucional dos princípios éticos, precisamente porque ela é considerada acima do capricho humano”
    * a religião esteve detrás do progresso do mundo ocidental, nos caminhos da democracia, liberdade, ciência e tecnologia.
    *Seria possível imaginar a alternativa de uma trajetória de progresso sem religião. Mas isso seria inacreditável, Os historiadores não podem identificar qualquer outra força cultural tão robusta como a que a religião poderia ter realizado ao longo de civilização.

  44. raphaelzaratustro
    dezembro 8, 2009 às 23:52

    Como são sensatas as mulheres!

    Mas o bungunguinha vai radicalizar, generalizar (ou seja burricificar, com a licensa do sentido autêntico às idéias que se mostram verdadeiras, com zero de intensão ofensiva), porque pra ele quem pensa não tem religião e quem tem religião não pensa.

    Vai negar quaisquer contribuições em quaisquer níveis pela religião à humanidade e ao mundo, atribuindo-lha somente e tão somente perversidades e malignidades.

    Vai dizer que é a religião a origem de todas as piores guerras, as maiores matanças e massacres e crueldades, como o do período da Inquisição, onde matavam os não-cristãos contradizentemente em nome de Deus.

    Vai dizer que é a religião o que limita e condiciona as crianças à doutrina anti-científica e portanto oposta ao conhecimento da verdade.

    Vai dizer que Deus é crença de esquizofrênico, e por isso que há “experiências com o divino”. E explicar que se não fosse a religião, a humanidade já teria alcançado grau mui mais excelente de evolução e progresso.

    Vai dizer que o fanatismo é um mal terrível que atentou e atenta contra uma vida mais feliz e uma sociedade mais elevada culturalmente.

    Pois então, bungundinha, se amas tanto a verdade, o que duvido já que sua intensão é meramente o riso – o que caracterizaria um disturbio psiquiátrico se eu fosse psiquiatra estaria muito claro – pois então se ama tanto a verdade, já que tanto luta pela Verdade Científica, Tu Deves saber disso:

    Quantas ciências há? uma só? Pééééééééééééééééééeéé´- resposta errada.

    Há várias. Sendo assim, há um só método científico? sim? pééééééééééé resposta falsa.

    Há várias ciências. ok. vários métodos. ok.

    Para nenhuma ciência “Deus” “existe”? Nenhuma? péééééééééééééeéééééeéééééééeéé FALSO.

    Se não há só ciências exatas, havendo ainda as humanas, tal como sociologia, antropologia, ou história, não cabendo à matemática, por exemplo provar Deus, ou não à física ou não à química ou não à grande biologia, através dos números, fórmulas e cálculos, ou sequer Deus nestas ciências é necessário, naquelas (nas humanas) não só é necessário como determinante para a compreensão dos fenômenos ou seja para o conhecimento das ‘verdades’ nesses campos. Deus existe segundo essas Ciências. Para essas Ciências Deus é um fato.

    Corroboram: Gilberto Freyre, Max Webber, Auguste Comte, Émile Durkheim, Jurgen Habermas, Geertz, Maquiavel, Michel Taussig, José Reinaldo de Lima Lopes, Le Goff, Lon Fuller, e apesar de “ateu” corrobora-nos até Marx + todos os demais grandes nomes da ciências humanas e sociais.

    (Tu irias dizer que isto se tratararia de uma ‘falácia’ ad hominem ou coisa parecida pq o senhor roda um programa cerebral de detecção de falácias, que pela sua programação mal estruturada, lhe gera infelizmente falsas detecções, sendo em si mesmo, ironicamente, respostas falaciosas. – a que ponto chega o labirinto da mente humana! Porém só são autores que corroboram mesmo, oh bundunguinha, nada mais, pq no conteúdo é que mora a nossa tese.)

    Por gentileza, eu poderia lhe pedir, oh Rodrigo, que fosse mais específico? De que ciência falas? Portanto, método científico de que ciência queres usar?

  45. rodrigonunesouza
    dezembro 9, 2009 às 05:11

    Você não cometeu falácia alguma, mas respondeu tudo que eu responderia pra Denise.

    Mas você mente, existem várias ÁREAS DO SABER CIENTÍFICO, DISCIPLINAS, CORRENTES, DOUTRINAS.

    Mas o método científico, ou as BASES EPISTEMOLÓGICAS não são variáveis.

    O QUE É ACEITO COMO VERDADE EM UMA ÁREA TEM DE VALER PRA TODAS OUTRAS.

    Portanto se a biologia aceita a evolução é porque ela se encaixa perfeitamente no método como um todo. Encaixa nas ciencias humanas, se encaixa nas exatas, se encaixa em todas áreas do saber cientifico e estabelece o mesmo método de busca pela verdade.

    Você não usou falácia alguma, você mentiu descaradamente, o que é muito diferente.

    Não precisa de muita memória pra decorar ao longo do tempo que eu convivo com o lenga lenga religioso as falácias que SEMPRE SÃO USADAS E REPETIDAS,
    nesse caso, não foi uma falácia, foi quase uma, o de apelo à autoridade, mas mesmo assim ainda foi mau aplicado, pq essas pessoas nunca provaram pra o saber cientifico que DEUS EXISTE COMO FATO.

    O sociologo e o antropologo podem dizer que um povo tinha uma crença e não que essa crença era naturalmente verdadeira.
    Então se encontramos um vaso em que os indios acreditavam que ali estava a fonte da juventude, não quer dizer que os indios possuiam tal eligir e podemos pesquisar o composto que nos renderá bilhões quando fizermos pílulas, isso quer dizer, que os indios assim como qualquer povo tinham suas crenças bizarras em sonhos impossiveis.

    VocÊ acredita que sua alma é eterna e que vai pro céu ? Sinto muito, fico feliz ao menos que jamais irá se decepcionar com isso, já que vais estar morto mesmo.

  46. rodrigonunesouza
    dezembro 9, 2009 às 05:26

    Denise, vou resumir sua falácia.

    Você diz que a religião ter contribuido para o progresso humano é a prova que deus exista.
    premissa questionável; RELIGIÃO CONTRIBUIU PARA O PROGRESSO; eu poderia dizer, A RELIGIÃO ATRAPALHOU O PROGRESSO, como o Gafanhoto bem exemplificou.

    Conclusão falsa; Mesmo que a religião(estamos falado de TODAS, repare a generalização, da macumba aos que cortam clitóris.)tenha contribuido, muito ou pouco, para o progresso da humanidade, e realmente reconheço que tenha o tenha feito, isso não prova que DEUS EXISTA.

    Seria como dizer que DOM QUIXOTE existiu já que o romance entrou pra história da literatura e é um bem imateril da cultura humana.

    É inaceitável uma pessoa racional admitir que uma virgem teve filho, que morremos e vamos pro céu, ou que DEUS escolheu o povo Judeu pra revelar o livro da verdade.

    É absolutamente ridiculo que alguem leve a serio um conjunto com TANTAS CRENÇAS ABSURDAS.

    É basicamente justificar conclusões absurdas com premissas absurdas.
    (Não digo que vocês ambos, gafanhoto e denise creem nisso, digo que existe muita gente que crê, se quiserem dizer explicitamente no que creem eu posso verificar a coerencia com o mesmo método.)
    PREMISSA A — Existe alma..
    PREMISSA B— Deus julga a alma

    Conclusão—-A VIDA É UM VESTIBULAR DE ALMAS.

    ——————————————————

  47. rodrigonunesouza
    dezembro 9, 2009 às 05:40

    Vou postar alguns deboches das babaquices que muita agente acredita ser seria.

    Eu só posso rir bem alto a sua cara e dizer que você é mesmo um louco.

    AHUAUAHAUHAUHAHAUAHUAHAUHAUHAUAHUAH

    Não se leve a mal, é supernormal isso.

  48. rodrigonunesouza
    dezembro 9, 2009 às 06:27

    Galera, parabens pra todo mundo ai e obrigado.
    Ta movimentando legal isso aqui…
    GRAÇAS A DEUS MEU PAI !

    TO SO BRINCADO EU ACREDITO EM DEUS GENTE !

    heheheheehehehehheheheheheh !

  49. Denise
    dezembro 10, 2009 às 02:18

    Ser ateu assim é fácil.

    Jogando pedra no lado ruim que a humanidade fez da igreja, fez do conceito da religião, é fácil ser ateu assim^, vendo só o lado ruim das coisas.

    Quero ver você jogar pedra, criticar, o lado bom que a igreja faz com a sociedade, a humanidade.

    Sou mulher suficiente, não só mulher, mas ser humano, que pensa, confesso, que a ciência traz benefícios pra sociedade.

    Enteendeu?

    Quero ver você elogiar cientistas que querem status, ganhar prêmio nobel, não estão nem aí para a humanidade, ganhar dinheiro a custa dos pobres…

    Você fala que essa turma é bitolada, fala então no que você acreditam para você discutir,.

    Então vamo debater.

    Eu falo no que acredito, fala você no que acredita.

    Em que você acredita, números, cálculos, bib bang, teoria de drawin, biologia molecular, física quantica, teoria da relatividade, isso eu, Denise, eu tb entendo.

    Pena que você vai pensar “mas não é questão de acreditar e sim de …… ”

    Vamos ao debate!

    E aí, quer ajuda dos universitários?

  50. Denise
    dezembro 10, 2009 às 02:25

    Entendo disso, e etc,
    isso é uma pequena amostra,
    isso é sou uma pequena amostra
    do que podemos discutir.

    Será que você vai saber discutir sobre fé?
    Mas não a fé errada de muitas culturas e religiões aqui comentada por você recentemente.

    Uma fé racional, isto é, sem o preconceito ridículo que vc tem postado aqui, normalmente de povos primitivos que deturpam o verdadeiro conceito de religião e de fé.

    Vamo lá então vamo vê se ele sabe.

    CHAMEI PRA BRIGA NÉ

  51. Denise
    dezembro 10, 2009 às 02:27

    aH SAI PRA LÁ, TA ACHANDO QUE EU SOU UMA BEATA BITOLADA QUE SÓ SEI FALAR DE RELIGIÃO?

    A minha fé é muito diferente destes posts que vc tem colocado, desse vídeos que vc tem colocado até hj.

    Não tou aqui para julgar o certo ou errado, mas sim debater com um ateu bitolado.

  52. raphaelzaratustro
    janeiro 4, 2010 às 05:22

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  53. rodrigonunesouza
    janeiro 4, 2010 às 15:16

    “Ser ateu assim é fácil.”— é fácil sim, mas pra quem é burro é bem difícil.
    “Jogando pedra no lado ruim que a humanidade fez da igreja”—Você deve ser no mínimo analfabeta funcional pra não entender que o meu discurso foca a impossibilidade conceitual epistemológica; Os pormenores dos horrores religiosos são apenas detalhe ilustrativo afim de gerar humor.
    “, fez do conceito da religião, é fácil ser ateu assim, vendo só o lado ruim das coisas.”—Isso não é verdade, eu vejo outros lados; A maior parte deles de fato é ruim.

    “Quero ver você jogar pedra, criticar, o lado bom que a igreja faz com a sociedade, a humanidade.”—-A igreja não fez a humanidade. Embora saiba que não foi isso que quis dizer, mas foi o que de fato disse. Eu penso que antes de querer debater algo, a pessoa deva saber ESCREVER. Senão realmente fica dificil, pois interpretas o meu posicionamento da impossibilidade ontológica natural de um conceito filosófico como apenas críticas ao lado ruim religioso. Parece que mau sabe ler ou escrever… não posso debater assim, só te avacalhar… ENTENDEU ?

    “Sou mulher suficiente,”—Problema seu, isso não tem nada a ver com o CONCEITO de DEUS ser algo POSSÍVEL.
    “não só mulher”—Problema sexual seu. Quem tem preconceitos com isso é a religião.
    “, mas ser humano, que pensa, confesso, que a ciência traz benefícios pra sociedade.
    Enteendeu?”—-Realmente não entendi dessa vez. Só entendi que a sua quarta série do primário foi mau aproveitada, já que erros de pontuação deixam seu texto no mínimo descoeso. Vou tentar traduzir seu primário dialeto pra; A religião e a Ciência produzem coisas boas e ruins e eu vou responder… FODA-SE; Isso nada tem a ver com o conceito de DEUS ser algo que corresponde com a REALIDADE NATURAL DO UNIVERSO.
    “Quero ver você elogiar cientistas que querem status,”—Vai ficar querendo.
    ” ganhar prêmio nobel, não estão nem aí para a humanidade, ganhar dinheiro a custa dos pobres…”—-Que racíocinio mais imbecil é esse ? Você já leu algum livro de filosofia das ciencias ou epistemologia ? Eu tenho medo de ser contagioso e eu acabe contraindo vossa demencia crônica.
    “Você fala que essa turma é bitolada,”—É alienada, burra, analfabeta funcional… você é um exemplo perfeito. Eu elaborei a teoria, e você é a fase experimental dela… estou lhe provocando pra colher mais idiotice, já que percebi que és fonte inesgotável para tanto.
    “fala então no que você acreditam para você discutir,.”—Eu acreditam que MORRERAM CASSILDA BECKER. —O comentário foi muito engraçado, mas tenho certeza que JAMAIS TERÁ CULTURA PRA ENTENDER.
    Pois a juventude é sem cultura, burra.

    MATARAM CASSILDA BECKER… vou escrever um texto sobre isso.

    “Então vamo debater.”—-Quem erra concordancia numeral é o Lula.

    “Eu falo no que acredito, fala você no que acredita.”—Premissa primeira verdadeira, falas no que acreditas. Segunda premissa é falsa, já que ficou claro que você SEQUER ENTENDE O QUE EU FALO. Não é preciso crença pra entender os FATOS.
    “Em que você acredita,”—-Pontuação inadequada deixa tudo incoerente… acho que quis enumerar o que chamas de crenças minhas, deveria ter posto um ponto e vírgula seguido de travessão… enfim… eu não sou vidente, vou pelas probabilidades que sua parca expressão me permitem.
    “números”—Eu não acredito nos números nem em numerologia.
    ,” cálculos”—Os cálculos são apenas uma ferramenta que igualmente não necessitam de crença.
    ,” bib bang,”—Eu já postei links de astronomia nos quais se explica o fato, independente de crenças. A ciência caga e anda pro que eu ou você acreditamos.
    “teoria de drawin,”—Na boa… Porque você quer discutir o que não tem informação?Você gosta de fazer papel de estúpida ? Me dá as vezes pena de zoar até. Vá procurar o que fazer e não gaste tempo mais escrevendo babaquices. A teoria de Darwin, é a responsável pela sua vida, já que sem vacina provavelmente já estaria morta.
    “biologia molecular, física quantica, teoria da relatividade”—-Na boa, isso nada tem a ver com a impossibilidade de Deus, explicam outras coisas e nem tocam no assunto de lendas populares serem condizentes com o universo natural. E nem uma teoria precisa de minha crença, são sustentadas por EVIDÊNCIAS e FATOS.
    “, isso eu, Denise, eu tb entendo.”—Achei que ia falar, eu FAKE GAFANHOTO. Relaxa, foi só uma piada. De mau gosto.
    “Pena que você vai pensar “mas não é questão de acreditar e sim de …… ”—Porque é uma pena pensar no óbvio ?
    Vamos ao debate!—Aprenda primeiro a ler e a escrever. Senão fica foda.
    E aí, quer ajuda dos universitários?—–Quero dos psiquiatras, seu caso é crônico.
    “Entendo disso, e etc,
    isso é uma pequena amostra,
    isso é sou uma pequena amostra
    do que podemos discutir.”—–Sim, não dúvido que possas criar mais pérolas bizarras. Parece mesmo que você não se cansa de falar sobre o que não estudou.
    “Será que você vai saber discutir sobre fé?”—FREUD explica, em O MAU ESTAR NA CIVILIAÇÃO OCIDENTAL. Mas acho que você não é acostumada a ler textos científicos e provavelmente não entenderá uma vírgula do que ele disser. O que não impede que sua teoria seja fundamentada e legitima epistemológicamente.
    “Mas não a fé errada de muitas culturas e religiões aqui comentada por você recentemente.”——–“Mitologia é a religião dos outros” Arthur Schopenhauer.
    A fé certa, lógico é a sua e de seus correligionários. RELIGIÃO É A MORADA DO ETNOCENTRISMO. Você comprova isso aqui.
    “Uma fé racional,”—Nenhuma fé é baseada em raciocinios e cálculos e experimentos. Mas muitas se intitulam de racionais… O QUE NÃO QUER DIZER NADA. Ou melhor; VOCÊ TEM EVIDÊNCIAS PRA SUSTENTAR SUA FÉ ? caso contrário ela NÃO É RACIONAL, ISTO É; IRRACIONAL.
    ” isto é, sem o preconceito ridículo que vc tem postado aqui,”————Que preceito ridículo foi esse ? Não postei preceito algum e o único rídiculo aqui é o seu pedantismo de achar que tem autoridade pra discutir sobre o que não sabe.
    “normalmente de povos primitivos que deturpam o verdadeiro conceito de religião e de fé.” —–Bem, não existe um conceito verdadeiro pra isso, já que cada povo é livre pra ter o seu, já que não necessita de metodologia científica.
    Isso é uma posição extremamente ETNOCÊNTRICA, E RACISTA.
    Você não sabe, mas aos poucos vai se revelando um MONSTRO. Continue soltando suas feras.

    “Vamo lá então vamo vê se ele sabe.
    CHAMEI PRA BRIGA NÉ”—–KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK(ACHO MELHOR EXPLICAR QUE TALVEZ VOSSA BURRICE NÃO ENTENDA; ESTOU RINDO DA SUA CARA.KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK”—Chamou pra briga não, mas pediu assim, me dá uma esculachadinha que eu sou uma desocupada perdendo tempo fazendo papel de babaca.
    Realmente, se for tão boa em política como for em gramática, ESTAMOS FEITOS.
    “aH SAI PRA LÁ, TA ACHANDO QUE EU SOU UMA BEATA BITOLADA QUE SÓ SEI FALAR DE RELIGIÃO?”—–Eu nunca vi você falando de outra coisa na verdade.

    “A minha fé é muito diferente destes posts que vc tem colocado,” ÓÓÓÓÓÓÓÓÓHHHHH ATÉ PORQUE MEUS POSTS NÃO SÃO SOBRE A SUA FÉ. Vou escrever um sobre, chamado a fé de DENISE. Quer me ajudar… Enumere ai sua fé… diga no que acredita então pra que depois eu avacalhe com precisão sua crença. Se você não sabe nem no que acredita vai ficar mais engraçado ainda zoar.
    “desse vídeos que vc tem colocado até hj.”————-Generaliza. Sua fé é respondida no pensamento do Condell, já que ele é geral.
    “Não tou aqui para julgar o certo ou errado, mas sim debater com um ateu bitolado.”—Sim, e pra fazer papel de rículo, que em 3 posts você não disse nada além de um monte de frases mau pontuadas e pensamentos desconcatenados. Aliáis, dúvido sequer que saiba o que é concatenação.
    Com todo respeito; Vá procurar algo proveitoso pra fazer, continuar aqui só irá diminuir mais ainda sua auto estima. Já que terás de defrontar-se com sua própria burrice.
    Quem não tem talentos é incapaz de reconhecer o talento dos outros. Não espero seus aplausos.
    Mas espero te zoar muito se voltar por aqui.

  54. rodrigonunesouza
    janeiro 4, 2010 às 15:17

    E ao gafanhoto… vc tava muito pianinho depois das últimas avacalhadas. Não se intimide.

    Tente expressar sua defesa, se não és um covarde, pelo seu próprio nome.

  55. raphaelzaratustro
    janeiro 5, 2010 às 11:21

    Porra bode, larga essa sandice, vc cai muito facil, caiu em mais uma facil, bebezarrao birrento.. vai, vai dixavar mais um post meu e dos meus comentadores..

    Tu vais bem. Adoro rir as suas palavras. tu eh um comedia mesmo. rio muito, rio tanto que tenho eh do.

    Quem te le? fala a verdade, tu quer publicar o livro e precisa de uma estimulacao, ta cacando uma pressaozinha ne? O pessoal da uma mao, o NM, o capitaopiratao, o Nuno Rosa, e os amigos leitores.

    Tua dependencia eh mais que um problema. Pq, e se o ativador faltar, e se nao quiser mais te motivar?

    Hoje nao tenho nada pra te ensinar. Mas como vc precisa tanto assim me provocar reacao continue me aguardando pacientemente uma aparicao. Qualquer dia te boto a racao no pote. Vc aguenta, ate la, so continue engulindo as horas pra nao deixar a gente ficar entediado.

  56. rodrigonunesouza
    janeiro 6, 2010 às 16:10

    Esse é meu trabalho aqui.

    Fique a vontade pra ter seus pensamentos ridiculos devidamente ridicularizados.
    É só os expô-los.

    Eu não preciso disso de fato, e no fim das contas eu sempre respondo melhor do que suas puerís colocaçõs.
    No fundo, eu te convidei pra cá por isso e você sabe bem disso.

    Faça o seu papel de coadjuvante, mas se empenhe mais.
    Eu consigo argumentar a existencia de divindades melhor que seus FAKES.

    Eu sou um comédia mesmo, essa é a idéia;

    E tipo, você já é um adulto letrado, qual seu problema com os parágrafos e a pontuação ?

    No caso, o seu artigo é cheio de besteira que não condiz com os principios da astronomia.
    E não pareces capaz de sustentar os erros do próprio pensamento, e quem fica em fuga, através de ações antiéticas é justamente o senhor.

    No caso, aqui nesse blog, por mais que ninguem ou todos leiam isso, você não vai sustentar argumento algum sem ser ridicularizado sobre existencia de sobrenaturalidades.

    Pode continuar tentando que continuo te avacalhando.

  57. raphaelzaratustro
    janeiro 7, 2010 às 12:27

    Se o senhor eh ateu, sendo o teu o deus do ateu, o que eh deus para com o a nega-lo?

  58. rodrigonunesouza
    janeiro 7, 2010 às 17:34

    Você está confundindo alguma coisa… Atéismo é a negação da existência de deuses na natureza.

    O ateísmo é só um conceito e não possúi um DEUS.

    O Deus ou os Deuses que se creem como factuais ao universo são a matéria de negação do ateísmo, não no campo ontológico da semiótica onde temos realmente a existência de muitos deuses; MAS NA NATUREZA.

    A descrença em si é no SOBRENATURAL.

    Deus é apenas um dos tipos de crendice infundada em sobrenaturalidades…

    De todas crenças em sobrenaturalidades, não posso citar alguma proveitosa para sociedade qualquer, não digo o mesmo pra algumas classes dessas sociedades, que se aproveitam de tal mecanismo de manipulação de massa.

  59. raphaelzaratustro
    julho 1, 2010 às 23:59

    OK. Deus nao existe.

    Mas, se existe, e eu ateu, atado estou.

    Mas, se existe, eu quero mais que tudo, conhece-lo.

    Deus nao joga dados com o universo porque Deus nao existe,
    e nao existe porque eu joguei cara ou coroa e deu cara.
    E mesmo que coroa tivesse dado, acho que eu seria contra,
    e a culpa seria toda do juiz, aquele manipulador descarado.

    OK. God doesn’t exist.

    But, if exists, and I am an atheist, tied I am.

    But, if exists, I want more than anything, meet Him.

    God doesn’t play dice with the universe because God doesn’t exist,
    And doesn’t exist because I played heads and tails and landed tails.
    And even if it has heads landed, I reckon I would be against it,
    And all the blame would be over the referee, that barefaced manipulator.

    OK. God nao exists.

  60. raphaelzaratustro
    julho 2, 2010 às 00:02

    OK. Deus nao existe.

    Mas, se existe, e eu ateu, atado estou.

    Mas, se existe, eu quero mais que tudo, conhece-lo.

    Deus nao joga dados com o universo porque Deus nao existe,
    e nao existe porque eu joguei cara ou coroa e deu cara.
    E mesmo que coroa tivesse dado, acho que eu seria contra,
    e a culpa seria toda do juiz, aquele manipulador descarado.

    OK. God doesn’t exist.

    But, if exists, and I am an atheist, tied I am.

    But, if exists, I want more than anything, meet Him.

    God doesn’t play dice with the universe because God doesn’t exist,
    and doesn’t exist because I played heads and tails and landed tails.
    And even if it had heads landed, I reckon I would be against it,
    and all the blame would be over the referee, that barefaced manipulator.

    OK. God nao exists.

  61. regson mall
    julho 2, 2011 às 18:02

    Euriclides Benissimo que porra e essa? wowwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwww

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: