Início > Literatura Colateral > Balelas de opinião

Balelas de opinião

Estou farto de balelas de opinião.
De abobrinhas espiritualistas, de churumelas pacifistas.
De chavões anti-capitalistas e mensagens de amor e palavras de salvação.
Estou de saco cheio da sua consideração!

Não aguento mais ouvir-lhes, gente reprodutiva.
Não no sexo como causa de expressão minha,
mas na inconsciência da contradição. Em miséria na obsessiva repetitiva.
Em difusos pensamentos amentalizados, pois só gravados.

Não me venham com suas tolices e falsas dialéticas desfiguradas.
Pouco me lixo de seus contentamentos só abstratos
que não se acanham de si: seres tão parvos.

Esqueçam-me, que lhes procuro não perceber.
Ou então, toquem-se na sacação do que lhes digo,
se é que lhes resta algo a ser compreendido.

Raphael Maia Dias Teixeira, domingo de Páscoa, 2003.

Anúncios
  1. rodrigonunesouza
    outubro 27, 2009 às 16:59

    Senhoras e senhores, com muita honra voz apresento Raphael.

    Gafanhoto entres os íntimos que me chamam de Bode.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: