Início > Velho Resmungão > Burguesia, dinheiro e religião

Burguesia, dinheiro e religião

Aquele que menospreza o dinheiro, certamente um dia será menosprezado por não tê-lo.

é o seu caso.

Porque você não tem, e supõe que eu tenha muito, e quem me dera mesmo ser tão rico quanto você insinua; agora veja a situação.

De cada 12 meses que eu trabalho, eu deixo do meu dinheiro 3 meses pro governo.
esse dinheiro que trabalho 3 meses pro governo, era pra ser investido em coisas que o governo não investe.

já reparou que praticamente NENHUM serviço que o governo oferece é de qualidade maior do que o que a iniciativa privada oferece ?

Pois é, a diferença que o governo é muito mais rico que a iniciativa privada. Se a maior rede de escolas particulares do brasil tiver 20 milhões de reais pra investir em estrutura em um ano acho realmente isso muito.
O Brasil arrecada por trimestre cerca de 600 Bilhões, e isso não é o bastante pra construir escolas e hospitais melhores que o da iniciativa privada, e eu te pergunto por que.

O por que, já sabendo que o senhor não terá condição alguma de responder minha pergunta, é que a MAIORIA dos cidadãos desse país, não pensam, não agem, não sabem o que está acontecendo com o SEU PRÓPRIO dinheiro.

A juventude, olha pra um empresário que lucra como um explorador, e não como um gerador de emprego renda pra sua comunidade. Embora os trabalhadores já tenham direitos, sindicatos e até corrupções diversas, continua ainda aquele discurso de atraso de que há roubo de uma classe quanto a outra.
Ao certo, todas as classes podem ser consideradas burguesas, mesmo as mais miseráveis, já que estão todas inseridas no sistema de comércio do qual vive a sociedade.

Portanto, a falta de consciência da população, faz com que o governo seja livre pra a incompetência.

Se a opinião pública é formada por indivíduos que não se preocupam com o idioma, a cultura, as descobertas cientificas, o humanismo, a ética e a moral, e outras preocupações que geram uma cobrança por parte do comportamento do estado, isso acarretará em que se torna impossível que o estado funcione sem fiscalização popular.

não teríamos assim uma democracia, mas uma ditadura da imbecilidade.

Ensinar crendices sobrenaturais pra população é o mesmo que excluir de seu acervo de conhecimento a legitimidade de valores que não corroboram com essas crenças.

Faz com que qualquer explicação menos literária se torne “complicada” pro povão.
Faz com que um senador não saiba dizer o que é um precatório, ou ainda que um deputado não saiba quais os países compões os BRICs….

a ignorância da população acaba refletida em uma classe politica ignorante, e religiosa.

É comum notarmos quantos pastores evangélicos chegam ao poder, quantos indicados em currais eleitorais de religiosos galgam em nome de falsos projetos sociais que desviam verbas e fazem publicidade enganosa com a população.

O retrato do país é esse, em que uma maioria diz crer em deus e em cristo, mas que não ama o seu próximo, mas sim o julga.

Um pais em que todo mundo fuma maconha, cheira cocaína, se relaciona com prostitutas, sonega imposto, fura fila, mata aula, e depois vai ao culto ou à missa.

Então a hipocrisia é válida, pois no fundo, ninguém acredita de fato na mentira que interpretam acreditar.
Por detrás do fingimento de se crer em divindades, permanecem caráteres totalmente despreocupados em praticar o que fingem que acreditam.
Um falso moralismo que já é parte de nossa cultura.

Outro quesito, o povo tem aversão ao trabalho honesto.
Ser honesto é quase sinônimo de ser um otário.

Se tivéssemos uma população um pouco mais instruída, teriamos sem dúvidas um estado mais eficiente, e garanto com todo meu patriotismo;

SE TIVERMOS UM ESTADO EFICIENTE, TEREMOS A MAIOR NAÇÃO DO MUNDO ECOMONICAMENTE FALANDO.

Agora, se graças a deus, somos fudidos, isso é , graças ao nosso colonialismo católico, e suas conseqüências o longo da história, trazemos este flagelo do passado para o nosso presente.

Não se crê mais em tupã, mas em cristo, uma verdade etnocêntrica. Mas claro, que imagino que seja por uma razão cientifica, por exemplo, a física quântica não prova nada sobre tupã, já sobre cristo, temos muitas provas, como a de que ele não se masturbava na adolescência.

Não faz o menor sentido a religiosidade dominar o intelecto das pessoas e limitá-las a estarem excluídas do conhecimento científico, e portanto, de toda a humanidade.

A familia burguesa brasileira, dominada também por essa doutrinação cristã, tem sua representação social nesse quadro.
Se encontra como vilã em uma cena em que é totalmente a vítima, mas por outro lado, basta notar que é a própria família burguesa que cultiva essa ignorância.
É ela que consome valores religiosos, é ela que consome a ignorância e o descaso com ciência, politica, cultura.

Portanto o desinteresse da família burguesa faz com que ela continue cavando o próprio declínio, tornando gerações futuras o fracasso das passadas, já que não há continuidade no ciclo empresarial. Os filhos costumam se perder na vida, por falta de acompanhamento familiar na vida.

De qualquer forma, atacar a classe burguesa é o mesmo que atacar o progresso da nação. Desacreditar nos valores do trabalho e da economia sustentável é o mesmo que acreditar no caos total, na terra sem lei, que já é quase onde vivemos.

Se você julga ter motivos pra insultar quem trabalha e tem dinheiro, como exploradores, saiba que na verdade estás a apedrejar os únicos que realmente fazem alguma coisa pelo país.

Texto originalmente publicado pelo Rodrigo em uma comunidade do orkut, sem edição e na integra, não reparem qualquer erro gramatical. NM

Anúncios
  1. kevin
    setembro 4, 2009 às 21:30

    ótimo texto, isso serve pra calar a boca de qualquer esquerdita chato por ai

  2. rodrigonunesouza
    setembro 7, 2009 às 23:37

    Esquerdismo é modismo tal como o comunismo é consumismo.
    Querem apenas tomar o poder, pra salvar o povo da exploração.
    Dar festas regadas de whisky e de putas em alguma ilha caribenha. Confiscar empresas, Fuzilar pessoas, prender jornalistas, torturas algumas pessoas suspeitas, e discursar, por cinco ou seis horas, por cinco ou seis dias, em 600 páginas, em 5 tomos… utopia, utopia, utopia….
    Manipula a multidão com utopia, e manipula a utopia com whisky, putas, e vandalismos… O golpe de estado comunista que tanto tinham medo nos anos 60 de se acontecer no brasil está já quase consolidado.
    O Comando Vermelho, está para reunir os rebeldes excluídos do país para tomar o poder público e impor sua ditadura.
    O melhor é entender que o estado é feito pra funcionar e não pra servir de patrimonio pra esses profetas da esquerda jurássica. Não sei o que é mais atrasado o comunismo ou o feudalismo.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: