Início > Crônicas da vida, Que porra é essa? > Os crentes que debatem sem saber ler ou escrever.

Os crentes que debatem sem saber ler ou escrever.

Eu conheci os membros deste blog, através de comunidades de orkut, especificamente o mundo de sofia, num antigo tópico que eu mesmo deletei quando era administrador, e que depois se tornou outro tópico. Já são quase 3 anos em que correspondo e soluciono teorias cientificas de que deus ou qualquer evidencia do cristianismo possam ser consideradas legitimas do ponto de vista cientifico. O famoso argumento da física quantica tornou a aparecer com um senhor que des de os primórdios das discursões já se manifestava, sempre com pérolas grotescas. Achei que o esporro foi tão exemplar que merece publicação, espero que se nele não achem engraçado que pelo menos entendam que é esse pedantismo que faz do brasil o atraso que é.

o senhor D.G. me acusou de muitas grosserias e comentei na integra frase a frase de seu confuso texto… façam bom proveito, o link da comunidade é
http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs.aspx?cmm=259527&tid=5311888528047208905&na=4
——————————————————–
Infelizmente, devo gastar meu tema com mais asneiras de D.G.
Não será mais uma vez de maneira alguma difícil desfazer as confusões mentais que esse nobre projeto de débil mental do mundo quântico evangélico do décimo terceiro dia provoca mediante aos fatos.
A primeira delas é de buscar rotular meu pensamento cosmológico. Dizendo que pertenço, inconscientemente, a uma característica determinista. Enfim, defendo que não pertenço a essa vertente, e ele diz que defendo sim. Posso obviamente esclarecer a dúvida no texto que irei desenvolver adiante.
Com base em seus argumentos, podemos notar que a principal causa dos problemas é a total ineficiência do uso da língua portuguesa em caráter escrito. A maioria das sentenças criadas por D.G. embora, que tendo muito boa vontade, dê realmente pra se entender o que ele quer dizer, algumas vezes, se torna praticamente confuso, não só para o leitor, mas como para ele com ele mesmo.
Ele em si, está confuso em relação aos seus pensamentos e possuí uma enorme dificuldade de se expressar adequadamente, então, se nem o D.G.lóide se entende, quem dirá os que não possuem tão boa vontade para com as suas mirabolantes teorias bíblicas do universo quântico.
“Vc não me impressiona nem um pouco!!!”— Já o senhor D.G., por outro lado, tem me impressionado bastante, eu que julguei depois de Wendy Aleixo nunca mais apareceria um demente a altura e o senhor por sua vez vem se esforçando bastante para galgar ao posto de otário da vez. Bem, não é a primeira vez que tenho de gastar o meu latim para demonstrar claramente a qualquer pessoa sensata, que saiba ler e entender o que lê, com quantos paus se faz uma canoa. O que é impressionante, é que pelo visto, você nem sabe direito o quê está argumentando. No fundo vc está argumentando que vossa insignificância precisa atacar pra se sentir alguma coisa, tipo, criança pedindo atenção. Carente né D.G., afinal, as belas mulheres ficam com os burgueses e não com os mongolóides fracassados. Se tiver precisando de emprego, tem vaga de faxineiro na minha empresa, pena que você nem pra isso seja qualificado. Eu exijo pelo menos o bom uso da língua portuguesa.
“é notório no seu argumento o descaso ante questões simples como simples erros de digitação.” Podemos analisar a sentença muito confusa de D.G.; No meu argumento há descaso ante erros de digitação. —- eu então tenho descaso em questões simples, que são essas questões simples os erros de digitação. É isso que ta escrito, eu ignoro os erros de digitação, veja o exemplo que o nobre analfabeto funcional da estrela nos deu. Claro que podemos adivinhar o que o imbecil remoto tentou dizer, porque eles sempre dizem as mesmas merdas, são todos da mesma raça de doutrinados do discurso de papagaio mais repetido que vitrola arranhada, o que ele quis dizer é que eu fujo do assunto por causa dos erros de português, o que não é verdade, como veremos posteriormente.

“—– Ex.. Darwir = Darwin , ok?”—- Ah sim, O darwir é o Darwin… eu tenho descaso com isso, eu ignorei esse erro, realmente que descaso grave cometi. A inversão sintática de alguns elementos acabam senhor D.G. deixando vossas orações tão sem coesão quanto de algumas criancinhas, por sinal mais espertas que vossa rotineira demência.

“Assim como considero o seu… “—-reticências, suspense… Prolongou a resolução? Não, o analfabetinho funcional queria usar uma pontuação que exemplificasse a continuação da oração, mas sua dificuldade monumental em lidar com textos nos impressiona mais uma vez.
“de qando em vez = de quando em vez”—- Mim Tarzan, tu Chita.
Devemos atentar para o grosseiro modo como inicia o raciocínio, se é que isso é um raciocínio. Ele começa o título com uma frase dizendo que eu não o impressiono, o que é muito importante pra esse debate sobre a existência de Deus, afinal, a impressão que eu causo nele é a chave pro mistério da questão, então é o título principal do nobre alienado.
Depois ele escreve uma frase dizendo que eu tenho descaso com erros de português, sendo que queria evidentemente dizer outra coisa, que eu protelo em função deles. Posso dizer apenas, como já o fiz muitas vezes, que quem não tem nível pra dialogar comigo, apenas tem nível pra ser esculachado, então D.G. coitado, beije meu chinelo.
Resumindo em linguagem simples, para que você entenda:
Primeiro, aprenda a escrever depois venha dialogar comigo.
1
“Quanto ao determinismo que a vc atribui”— eu não estou atribuindo nada a determinismo algum… vc está louco ? Quem está atribuindo aqui a loucura mais bisonha do mundo é o senhor.
, “não estou repetindo”— É a décima vez que o senhor repete que não está repetindo, isso em si já não se torna uma repetição?
“ estou tentando colocar nessa sua cabecinha de borboleta”… —Acho que o bom seria vc tentar escrever adequadamente, pra que houvesse comunicação, que estou quase sentindo que converso com uma porta. Uma porta de banheiro público suja com ofensas do nível de seu linguajar.

“que os eu determinismo é inconciente”— Os eu ? O plural de eu é nóis, o nóis determinismo ? o nosso determinismo? Inconsciente ? Mas se é algo racional, como pode haver linguagem na inconsciência. Você pelo visto nem sabe o que significa o inconsciente, pra ta falando tanta merda como nunca vi. Os eu ? Suponho que seja o seu. Ah sim, o meu determinismo, eu sou dono do determinismo. Eu fundei a escola determinística, claro, eu não sei disso, foi inconsciente. Tenho inclusive inúmeras obras deterministas publicadas no mercado das pulgas dos sonhos desse nobre alienado. Talvez fosse mais fácil comunicar com os chineses do que com o D.G.; é um pobre excluído da sociedade capitalista. Excluído pela falta de conhecimento. Eu luto para que pessoas como você consigam conseguir ingressar com êxito no mercado de trabalho e vençam a ignorância que lhes foi imposta pela condição adversa de vida que tiveram. Afinal, você não é o único no país com essa deficiência, mas é a maioria que partilha convosco tal moléstia.

, vc é tã ignorante na sua fala— Eu suponho que o senhor D.G. pra fazer uma acusação dessas pelo menos deveria ter me ouvido expressando minha fala, pena que só nos comunicamos por escrita e não sei se ele sabe que entre fala e escrita há grotesca diferença, ou se ele não sabe que o triunfo da ignorância é de quem parte de uma afirmativa que está a ignorar, por seqüência, ignorância do senhor D.G.
“e tão proficiênte no ataque anti ético e imoral que acaba declarando” — Eu sou o mestre do ataque antiético e imoral ? Eu sou tão imoral, e a prova dessa minha imoralidade e falta de ética, é a seguinte declaração que o senhor D.G. diz, que fiz, embora confirme que nunca falei nada disso. Como sempre, ele não entende o que eu digo, e nem sabe dizer o que ele entende. Pelo que temos notado, caros amigos, quem está a atacar aqui não sou eu.
Chamo-o de analfabeto funcional, quando ele demonstra na prática que é, quando escreve sem coesão, sem respeito à sintaxe, quando troca termos, pronomes, quando demonstra que não entende o que escrevo. Não estou apenas xingando o senhor D.G. mas sim atestando um fato. Se qualquer outra pessoa cometesse as mesmas grosserias que presenciamos aqui partidas do senhor D.G. poderíamos claramente duvidar de suas qualidades com o idioma e a comunicação por escrito.
Quando demonstro que ele é um ignorante, demonstro também o objeto ao qual está ignorando. Portanto não é um insulto, mas uma contestação novamente, embora, a verdade possa realmente ofender.
Sinto muito que a verdade de sua imbecilidade pareça uma ofensa, mas é pelo contrário, uma ajuda que trago ao senhor, que ao menos tome vergonha na cara e vá ler um pouco, adquirir alguma cultura, antes de se meter a besta de insultar quem evidentemente o senhor não tem nível de sequer respirar o mesmo ar.

“que nas vias microscópicas de um microscópico não pode haver não causalidade.”— Como que é? Nas vias microscópicas, de um microscópico ? não pode haver não causalidade ? leia o que eu disse e veja o que significa minha frase. Se você não consegue construir com eficiência suas próprias frases, quem dirá bem entender as minhas. Mas como sou paciente, e busco a evolução da educação nesse país, lhe explico detalhadamente o seu erro.
Eu escrevi este fragmento de post: “Ademais…a causalidade continua existindo… embora que no fenômeno isolado do fundo do microscópio, não haja(até onde se sabe ou se estima) ou pode não haver causalidade.”—- Eu disse que até onde se sabe, em fenômenos específicos, desconhecem qual a relação que se estabeleça, supondo inclusive, que pode não haver essa correlação, é isso que foi dito. Leia atentamente. E dito ainda, até onde se saiba ou se estima. Que fique claro, os eventos quânticos manifestam-se de maneira praticamente desconhecida, o que não nos permite afirmar qualquer coisa sem que possamos comprová-la. Horizontes científicos acabam habitando lendas, e é ai que o senhor quer construir vosso palacete de alicerces do Éden.
Agora comparem bons leitores o que eu disse. : “Ademais…a causalidade continua existindo… embora que no fenômeno isolado do fundo do microscópio, não haja(até onde se sabe ou se estima) ou pode não haver causalidade.”—– com o que ele entendeu do que eu disse; “que nas vias microscópicas de um microscópico não pode haver não causalidade.”— e somando um mais um, podemos chegar ao dois, isto é, ele não sabe entender o que Lê, somado com o fato de ele não saber expressar o que leu no que escreveu, resulta o que ? O sujeito é um incapacitado no uso da língua escrita como modalidade de educação, vulgarmente, analfabeto funcional.
“É CLARoO que eu concordo com isso…”— Concorda com sua imaginação imagino. Tal como os doidos do hospício.
“a causalidade se aplica até níveis atômico”— Níveis atômicos analfabeto, olha a concordância. As relações de causa e efeito são a base do conhecimento cientifico, afirmar que eles não existem porque desconhecemos suas propriedades é de um equivocuo bisonho, se nada se prova, nada se afirma.
“meu caro e nobre rei da pedancia”—- Pedantismo e não pedantia senhor D.G. é quando uma pessoa finge ser portador de um conhecimento que não possúi, quando ela acha que tem propriedade pra tratar do que não tem, como no seu caso que nem usar o termo sabe quanto mais atacar com ele, no caso nada mais pedante do que acusar de pedancia alguém.
, “a acausalidade que cito e invoco à sua reles e vaidosa inteligência é determinada ao universo QUANTICO.”— No universo quântico simplesmente essas relações continuam desconhecidas, ou por acaso o anjo Gabriel andou lhe visitando e está sendo usado como fonta pra o nobre senhor vencer o Próximo premio Nobel ? Minha inteligência é maior que vossa linguagem, babaquinha cagado.
“Coisa q vc sita”— sita com s é pérola.
“sem nem ao menos saber o que é”—O que eu sitei, digo, citei sem saber mestre do conhecimento orkutiniano ? Você que ta mandando ai várias sequencias de pérolas, mostrando que você é tão impressionantemente burro como qualquer outro demente virtual. Aleixo só está ganhando mesmo em quantidade, que em qualidade o senhor não perde muito não.
“(depois ainda tem a cara de zé raimundo de me chamar de pedante)”—- Pedancia sua isso.
, “exceto aquele fisico hawaiano que vc citou no outro extinto tópico, lendo um parágrafo acerca da causalidade estatística comom justificativa da característica holistica dos fenomenos quânticos”— Não foi só ele, foi também um professor da UFPA que pratica palestras sobre o charlatanismo quântico, e ele expõe justamente isso, diante de um fenomeno ainda desconhecido não podemos criar conclusões precipitadas para outros fenômenos que já temos um corpo concreto de estudo.
,” e arrotando no debate na tentativa de impressionar na fala e corroborando com a própria auto divindade pedante que vossa senhoria sempre se apresenta.”— Agora uma frase grotescamente mau construída. Explico o porquê. Eu arrotava no debate, sentido figurado, na tentavia de impressionar na fala, então eu arroto pra impressionar na fala ? Estamos tratando de texto escrito, a diferença entre fala e escrita é o começo das dicotomias saussurianas e principio básico da lingüística, por favor, não confunda mais o óbvio. Eu simplesmente, busquei informação em fontes que confirmam que nada na física quântica justifica o deus judaico cristão como hipótese possível cientificamente falando na formação natural do universo ou sequer da vida. Auto divindade pedante, é um termo grotesco. Primeiro se eu nego deus e deuses, não aceito ser deus de mim mesmo, portanto auto divindade precisa ao menos desses termos, quanto ao pedante, eu tenho uma carga de leitura da qual o senhor precisaria de pelo menos uns 5 anos lendo 200 páginas ao dia pra chegar na metade da minha biblioteca, se não respeita o conhecimento, como percebemos pela sua própria rude expressão idiomática, não é um problema meu, mas do país.

Vc não respondeu minha pergunta meu caro…”Há causalidade no universo quântico”?—Você que evidentemente não sabe ler. Leia novamente; : “Ademais…a causalidade continua existindo… embora que no fenômeno isolado do fundo do microscópio, não haja(até onde se sabe ou se estima) ou pode não haver causalidade.”
“O engraçado é que seu argumento se limitou em fazer humor com Belzebul..”— Isso foi só a parte que o senhor pensou que entenderia dele, na verdade, eu não fiz humor com belzebu eu simplesmente lembrei que uma vez você realmente falou isso, que o darwinismo foi uma teoria feito pelo demo para afastar a humanidade da crença em Deus. Achei tão ridículo esse pensamento que o guardei comigo como exemplo de estupidez suprema.
“Wallace, “Darwir”..meu tio (coitado) – ta delirando agora.
“ tá enferrujado hien Rodriguete?”— Que isso eu to no mesmo pique de sempre, só tava esperando mesmo se você realmente queria passar vergonha mais uma vez na minha mão, mas já que o senhor insistiu muito, eu cedi.

“Se Taine propôs o sistema inicial para o determinismo”—- Ele escreveu uma doutrina e não propôs um sistema, ele não propôs nada, ele escreveu uma teoria baseado no que entendeu da sociedade.
,” ou Marx se justifica no materialismo, seja ele histórico ou outro idiota apresenta o dialético, nada quer dizer.”—IXI, confundiu tudo. Você quer dizer, que se você não sabe sobre o que ta falando tanto faz ? Porque vc vem dizer que o Marx escreveu oque não escreveu, e que eu defendo uma corrente que eu não defendo, é porque alguma coisa de muito errada tem com sua sanidade mental. D.G.LÓIDETE. —Agradeço a sugestão do sufixo ete, que ao seu nome ficou muito mais estético. Seu novo apelido oficial.
“Simplesmente por que VC, é determinista, LAPLACIANO, inconcientemente vc é.” Não sou mesmo, eu sou antropofágico e universal. Isso sim são doutrinas que defendo, conscientemente. Agora pense, desculpe. O burro agora fui eu, se sei que o senhor não pensa é asneira lhe pedir que o faça, mas o leitor pode tentar entender mesmo que fiques a flutuar as margens de minhas palavras. Se o senhor nem entende frases minhas, como vai entender o meu subconsciente que nem meu terapeuta semanal o faz já com mais de 5 anos de consulta? Convenhamos, o máximo que você pode dizer, é, eu quero que vc seja um laplaciano para que se encaixe no meu discurso pronto de resposta de papagaio de igreja.
“ Mesmo sem querer e “esperniar” como um garoto mimado dizendo que não é”—Ai o senhor como um garoto mimado vai dizer é sim. A diferença que eu vou e explico muito detalhadamente, com uma linguagem perfeitamente clara os motivos de não sê-lo, enquanto você fica apenas nas suas frases mau escritas sem concatenação ou lógica alguma. O ser lúcido que parar um pouco e ler o que acontece percebe em poucos segundos do que isso se trata, um babaca crente que se acha alguma merda na vida, sendo ridicularizado covardemente por quem não deveria sequer perder tempo fazendo isso; pena que é muito divertido, o que me prende no assunto.
,” vc é,”— Não, não sou. Sou antrofágo universal. Mas digo que já comi sim uma salada de Laplace o que determinou uma enorme disenteria no universo de meu intestino grosso.
“e se não quiser mundar seu pensamento continuará sendo.”— Isso é ameaça? Chantagem? Se não mudar eu vou contar pra mamãe né ? eu que sou o mimadinho D.G.loidéte de merda ? Vai limpar o bum bum que o senhor ta todo cagado, com todo respeito.

“No entanto…
para mudar seu pensamento vc tem que identificar o seu determinismo inconciente, coisa que sua majestade pedantesca não permite que vc realize obra tão prosaica.
quanto a mim que vc julga:”—– Não há a menor razão pra mudar de pensamento, se o que está em questão pouco tem a ver com o tema originalmente proposto como muitos outros participantes do tópico já pronunciaram. Mude o senhor de pensamento, de que sem aprender urgentemente a ler e a escrever serás alguma coisa importante nessa vida. Mas nem com muita fé na virgem santa.

“ser conseqüência de um país que ridiculariza a educação como ferramenta para o desenvolvimento humano.”—- ficou muito legal repetir isso, depois de tamanha demonstração de que a afirmativa é verdadeira, agora, diante do fato que o insulta, já constatado e comprovado diante de todo público desocupado orkuteiro, que o senhor é um desesperado sem argumentos procurando qualquer brecha pra aparecer e chamar a atenção.
Novamente digo, o seu caso não é isolado, o senhor é apenas uma amostra das estatísticas de uma maioria de imbecis igualmente prejudiciais a sociedade como o senhor. Parasitas sociais que chamamos de MAIA. Massa amorfa de indivíduos atomizados.
Não fui eu que estudei na AJPFBE – Academia de Jovens Filhinhos de Papai Formadora de Burgueses Exploradores.—Percebemos que o senhor não possui estudo mesmo. Bem, não estudei também em faculdade alguma com esse nome. E não é a primeira vez que vens me chamar de filhinho de papai, coisa que não condiz com minha situação, que trabalho dês dos 15 anos. Não ficarei perdendo tempo detalhando minha vida, mas meu pai realmente, é um bom empresário, e desenvolve bem o seu negócio, embora nunca tenha tirado um tostão do bolso sequer pra pagar uma Xerox de minha universidade. O que meu pai me pagou foi uma bela prancha de surf e me ensinou a surfar, ah isso agradeço. É bom ter um pai que seja competente e que gere conforto a seus filhos, e a isso também, agradeço a minha mãe, uma administradora de sucesso internacional em seu ramo. No caso, não há porque entrar em detalhes, embora realmente me orgulhe do sucesso de meus antecessores. Se você é filho de fracassados, realmente eu sinto muito, tente ao menos não continuar sendo um perdedor, como o senhor claramente demonstra ser, pra dar boas condições de vida a seus filhos, quem sabe com vossa idade, eles ao menos já saibam escrever parágrafos com um mínimo de sentido.
Quanto à faculdade, não é nela que se constrói o conhecimento, mas ela é apenas mais uma ferramenta que contribui pra isso. Diria que os livros que eu li me ensinaram muito mais que as aulas que freqüentei, e só quem lê livros entende isso, portanto, imagino natural que você meça a qualidade de um intelecto pela fama de instituições de ensino que a pessoa freqüentou. Conheço pessoas muito inteligentes formadas em todas faculdades, assim como muitos imbecis das mais respeitáveis academias. Gente podre tem em todo lugar. Até aqui lhe encontramos, para ter uma idéia.
“Mas enfim…. não vai retribuir as “lembranças” dos caras velho??”—- Vou sim, Senhor Aleixo, limpe a bunda do seu amiguinho que ele ta todo sujo de merda. Siga o exemplo pra não se sujar muito, pede pra cagar e sai de fininho que nem os dois fizeram.
Que isso? foi essa a nobre educação que vc teve segundo as vias valorosas privadas da educação brasileira?—-A educação que tive foi com bastante paciência das pessoas que me amam, por isso fui bem paciente em mostrar que cada frase sua é contaminada de seus vícios lingüísticos, portanto, sou ainda paciente em acreditar que mesmo um caso perdido como o seu sirva pra alguma coisa na sociedade. No seu caso o senhor serve de mau exemplo, quem não quiser passar uma vergonha em tomar uma surra como a que você está tomando ou vai estudar antes de sair falando merda, ou vai se expor ao ridículo como o senhor está exposto.
Só lembrando, que depois de não saber que 1 +1 = 2, de dizer que Darwin criou a evolução inspirada no diabo, e de supor que as crenças fantasiosas são verdadeiras por causa de um salto Quântico, é simplesmente uma pérola o senhor continuar vindo aqui nos divertir com seu pedante conhecimento.
Volte sempre, o senhor é freguês da casa, e o freguês tem sempre a razão.
Se precisar de esmola também, acho que o pessoal da comunidade pode ser caridoso, anuncia ai que vc é um merda que não tem dinheiro e odeia os que trabalham e conquistam suas riquezas.
A vaga de faxineiro na minha empresa está a sua disposição, você só precisa escrever uma redação com 30 linhas sobre a importância da higiene no trabalho, que vendo que o senhor ao menos não é um iletrado, afinal pra trabalhar com arte e educação é preciso o mínimo de cultura, até pra limpar minha privada.

Passar bem D.G.Lóidete. Aguardo ansioso sua resposta para um novo massacre.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: