Início > Crônicas da vida, Defeito Colateral, Humor > Os olhos começaram a abrir

Os olhos começaram a abrir

Vocês sabem o que é MUITO pior do que não ter idéia do que escrever? é ter dois textos prontos e um quase finalizado e não tê-los onde você esta no seu dia de postar no blog. Mas tudo bem, enquanto vinha para onde estou neste momento, vivenciei algo simplesmente fodástico (por que fantástico seria algo simples demais).

Como todo bom proletariado que ajuda a máquina do capitalismo consumindo desenfreadamente, trabalho em um comércio, o que significa que trabalho de segunda à sábado, das 09:00 às 18:30 durante a semana, e até as 16:00 aos sábados (seria até as 12:00, mas ficando até as quatro ganho hora extra, para comprar mais coisas e girar mais o capitalismo). Como de costume aos sábados, peguei um ônibus na frente da loja, que dizia ir para “RODOVIÁRIA” e me sentei, ao lado de uma mulher que tinha o cheiro da minha mãe, inclusive. Ao descer do ônibus, saindo do ar-condicionado, senti o que restava do calor de fim de tarde, enquanto escutava um homem de seus trinta anos gritando “AAAI MEU BRAÇO, VAI QUEBRAR! AAAAI, SOU TRABALHADOR, NÃO FIZ NADA!”, enquanto uma mulher, que aparentava não estar muito longe da idade do homem, dizia o contrário, aos gritos e prantos “MENTIIIIIIIRA SEU MARGINAL FILHA-DA-PUTA! TU PASSOU A MÃO EM MIM E AGARROU MINHA BOLSA!”. Enfim, como de costume nesse tipo de situação, eu fiz o contrário das cento e doze pessoas ao redor dos guardinhas da rodoviária e continuei em frente pensando que éra “apenas mais um encontro casual de duas pessoas no centro”.

Eu realmente nunca fui muito com a cara dos evangélicos. Acho a maneira de fé deles errônea e extremamente selvagem e sensacionalista. Fico de boca aberta quando ligo a televisão de madrugada, enquanto eles estupram meus olhos com aquele MONTE de bobagem excessivamente violenta. Não acredito nem descreio em deus, acho que se ele existe ou não … bom, resumindo sou agnóstico, e bem na real, o que diabos muda saber se deus existe ou não? você vai precisar trabalhar no dia seguinte e nem seu câncer no intestino vai sumir, então … sabe? simplesmente “o que muda de verdade?”.Na av. Júlio de Castilho, que daria reto na rodoviária se não fosse uma rua que a cortasse, existe uma igrej …. digo, um templo de supostos milagres, onde eles tiram seu “encosto”, onde seu filho deixa de ter espinhas e você se levanta de uma cadeira de rodas que te domina há anos, e nesse lugar eles perceberam estar com pouco dinhe, digo, fiéis … e organizaram uma jogada de marketing meio furada, mas que tem efeito: foram às ruas, para a calçada. Então quando você passa em frente, acaba vendo aquela cambada de gente sem esperança de viver com alguns jornais na mão, distribuindo os papéis. Eu, particularmente, adoro ler besteira quando não tenho nada para fazer, então, com um sorriso no rosto, olhei para uma senhora de estatura baixa e pele morena e extendi a mão, enquanto ela me alcançava um jornal. Fico realmente muito puto da vida comigo mesmo quando lembro que não tirei uma foto sequer dos acontecimentos, mas enfim … Na capa dizia: pessoas famosas e a solidão – como pode alguém com dinheiro e fama ser triste? Acabei começando a ler o artigo do jornal, que, inclusive, era inteiramente colorido e com um folheto em papel laminado impresso com brilho informando horários de cultos, e os horários da “corrente dos 138 – venha presenciar os milagres”, mas como todo pedaço de comida quente, acabei colocando na boca e não engoli, jogando o jornal fora 117,53 metros de onde eu tinha pego.

aqui e ali

aqui e ali

E foi aí a minha surpresa: quando olhei para o lixo, haviam, no mínimo, outros três jornais colocados inclusive da mesma maneira que eu estava prestes a colocar. Cheguei a duas conclusões rápidas:

– As pessoas estão abrindo seus olhos para esse tipo de besteiras intragáveis;

– As pessoas estão começando a moldar uma responsabilidade ambiental, colocando o lixo no lixo.

Fiquei feliz duas vezes, e lhes digo com muita emoção: é bom ter vivenciado o que vivi. Me mostra que a humanidade não está tão perdida quanto eu penso estar … espero estar certo, ou errado … não sei ao certo.

Anúncios
  1. maio 3, 2009 às 13:05

    Que bom,fez sua boa ação do dia =D

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: